Vale paralisa atividades em Sudbury, no Canadá, após impasse com trabalhadores

·2 minuto de leitura
"Big Nickel" em unidade da Vale no Canadá

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO (Reuters) - A mineradora Vale decidiu paralisar atividades de níquel, cobre e cobalto em Sudbury, no Canadá, após falhar em negociações com trabalhadores locais, justamente em um momento em que trabalha para agregar mais valor aos seus ativos de metais básicos.

Em comunicado ao mercado, a empresa explicou nesta terça-feira que os empregados representados por um sindicato local rejeitaram proposta da companhia para novo acordo coletivo de trabalho de cinco anos.

"Isso resultará em uma interrupção das atividades nas operações de Sudbury. Os planos de contingência da Vale foram implementados para preservar a integridade e segurança das usinas e minas", afirmou.

A Vale não informou sobre eventuais desdobramentos da paralisação das atividades.

A companhia quer destravar valor de ativos de metais básicos, cuja demanda tem sido alavancada pelo mercado de transição energética.

Dentre as opções em estudo, executivos da empresa informaram em abril que poderia ser feita uma cisão da unidade de metais básicos e uma eventual oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

No comunicado desta terça-feira, a empresa disse que "está comprometida com a sustentabilidade de longo prazo de seus negócios de metais básicos e suas operações em Ontário".

O sindicato United Steelworkers Local 6500, que representa 2.600 trabalhadores da mina, disse em comunicado que 70% dos votantes foram contrários à oferta da Vale e quiseram que a entidade --cujo comitê de negociações recomendou o acordo preliminar-- retomasse as conversas com a empresa.

"O que temos é uma mensagem clara dos nossos membros, que nossa equipe de negociações levou de volta à companhia", disse Kevin Boyd, vice-presidente do USW Local 6500, acrescentando que as conversas estão em andamento.

A mineradora ressaltou ainda que continuará as negociações com trabalhadores "na esperança de que ambos os lados possam encontrar um caminho para a ratificação do acordo em curto prazo".

No entanto, não apresentou detalhes sobre os motivos apresentados pelos trabalhadores para a ausência de um acordo. Disse apenas que o USW Local 6200, representante dos empregados da produção e manutenção de PortColborne, havia votado pela ratificação do acordo.

Sudbury produziu 43,2 mil toneladas de níquel em 2020, de um total de 89,6 mil toneladas da Vale no Canadá. Já a produção de cobre em Sudbury somou 76,5 mil toneladas no ano passado, de 99,6 mil no país da América do Norte.

(Por Marta Nogueira e Luciano Costa; reportagem adicional de Tatiana Bautzer e Carolina Mandl, em São Paulo, e Jeff Lewis, em Toronto; edição de Roberto Samora)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos