Vale: Lucro cai 24,6% no 1º tri, para R$ 23 bi, com redução na produção de minério

RIO - A Vale divulgou na noite desta quarta-feira seu balanço financeiro do primeiro trimestre de 2022, com lucro de R$ 23,05 bilhões. Em comparação com o mesmo período do ano passado, é um queda de 24,6%.

O resultado refletiu a redução na produção de minério de ferro reportada pela empresa em seu relatório operacional, na semana passada, que afetou negativamente as ações da empresa na Bolsa. A empresa anunciou nesta quarta-feira um novo programa de recompra de ações, que pode chegar a 10% do capital.

Também tem contado contra os negócios da Vale a perspectiva de redução da demanda da China, cuja economia está cercada de incertezas por causa do novo surto de Covid. Isso tende a desvalorizar a cotação internacional da commodity.

O relatório de produção apontou queda de 6% na produção da mineradora entre janeiro e março na comparação com o mesmo período do ano passado, o que foi visto pelo mercado como uma antecipação de uma menor geração de caixa.

A receita líquida operacional da empresa foi de R$ 56,72 bilhões, um recuo de 17,5% em relação aos três primeiros meses de 2021. Na mesma comparação, a geração de caixa medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) caiu 29,9%, para R$ 32,66 bilhões.

Mas essa perspectiva não deve alterar muito a percepção dos investidores em relação à mineradora brasileira, que vem de um período de alta lucratividade.

No ano passado, com o minério em alta, a Vale registrou lucro líquido de R$ 121,2 bilhões. Foi uma alta de 354% na comparação com o resultado de 2020 e um recorde na história das empresas de capital aberto no Brasil.

Recompra de ações

Ainda antes da divulgação do resultado do primeiro trimestre, a Vale informou em fato relevante ao mercado que seu Conselho de Administração aprovou nesta quarta-feira um novo programa de recompra de ações ordinárias, num volume total que representa 10% do capital da empresa.

Segundo o comunicado, o programa será implementado nos próximos 18 meses, após a conclusão de outro programa que ainda está em curso.

“A continuidade do programa de recompra demonstra a confiança dos gestores nas perspectivas de negócio da Vale e no potencial de consistentemente criar e compartilhar valor. Guiados pela nossa disciplina na alocação de capital, consideramos que a recompra de nossas ações seja um dos melhores investimentos disponíveis para a companhia”, diz o texto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos