Valentim se torna segundo técnico do Botafogo a ser demitido mais rápido no século

Técnico tinha regressado ao clube em outubro de 2019

Logo depois da derrota alvinegra por 3 a 0 no Clássico Vovô de ontem, o Botafogo anunciou que o técnico Alberto Valentim não treinaria mais o elenco. Foi a segunda passagem relâmpago do ex-jogador pelo time. A primeira foi em 2018, quando ficou quatro meses e abandonou o posto para assumir o clube egípcio Pyramids; a segunda foi quase tão curta quanto, já que Valentim assumiu novamente o Botafogo em outubro de 2019. Hoje ele deve se reunir com a diretoria para discutir a multa rescisória que lhe será paga – algo em torno de R$ 1 milhão. Ele se tornou o terceiro treinador a sair do time antes do fim de fevereiro; nas outras duas vezes que isso ocorreu, o Botaofogo foi campeão carioca.

Além disso, essa situação fez com que Valentim se tornasse, no clube, o segundo técnico do século a ser dispensado mais cedo na temporada. O primeiro lugar dessa lista fica com Estevam Soares, que, após renovar o contrato com o clube em dezembro de 2009, foi demitido no dia 25 de janeiro de 2010, após uma derrota de 6 a 0 para o Vasco – esse fracasso, por sua vez, resultou na contratação de outra figura: Joel Santana.

Ocupando a quarta posição, “Papai” Joel também passou correndo pela estrela solitária. Apesar de ter colocado o Botafogo em cima do Vasco na disputa pela Taça Guanabara, e ter conquistado o estadual, Joel também rompeu com o clube de forma rápida. Após renovar em dezembro de 2010, pediu demissão em março de 2011, chateado com as críticas que recebeu após uma derrota para o Vasco.

O atual terceiro colocado na lista é Felipe Conceição, que apesar de estar no clube desde 2013, apenas assumiu o cargo de técnico principal em dezembro de 2017. Mas a queda na primeira fase na Copa do Brasil resultou em demissão depois de apenas sete jogos. O quinto lugar fica com Paulo Bonamigo, anunciado como treinador em agosto de 2004 e demitido em março de 2005, após o clube ser eliminado do Carioca, por um empate contra a Cabofriense.

As demissões

1° Estevem Soares - 25 de janeiro de 20102° Alberto Valentum - 9 de fevereiro de 2020 3° Felipe Conceição - 10 de fevereiro de 2018 4° Joel Santana - 22 de março de 2011 5° Bonamigo - 24 de março de 2005