Valor da conta de luz deve aumentar em quase 5%; entenda

·2 min de leitura
Valor da conta de luz deve aumentar em quase 5%; entenda
Valor da conta de luz deve aumentar em quase 5%; entenda
  • Conta de luz: valor de 4,65% pode impactar diretamente as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste;

  • Já no Norte e no Nordeste, o impacto é de 2,41%;

  • No valor total, o custo da energia no Brasil é considerado o segundo maior do mundo.

Os consumidores já podem se preparar: a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou um orçamento para financiar subsídios e assim, a conta de luz deve ficar mais cara. De acordo com a instituição, a alta deve ser de 4,6%. Os brasileiros vão pagar R$ 30,2 bilhões, alta de 54,8% em relação a 2021. O valor de 4,65% pode impactar diretamente as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste; enquanto no Norte e no Nordeste, o impacto é de 2,41%. As informações são da Folha de S. Paulo.

Os subsídios são cobrados por meio de um encargo chamado CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), pago mensalmente pelos consumidores em sua conta de luz. Também é de responsabilidade da CDE os benefícios de energia elétrica para população de baixa renda e energia por carvão mineral.

O maior volume de recursos aprovados será destinado à compra de combustíveis para a geração de energia em sistemas isolados, com R$ 11,9 bilhões. Os descontos concedidos no uso das redes de transmissão e distribuição, onde se encaixam os clientes de geração distribuída terão R$ 11,7 bilhões.

Brasil tem uma das contas de luz mais caras do mundo

Dados divulgados pela Associação dos Grandes Consumidores Industriais de Energia (Abrace) indicam que em quatro anos as taxas aumentaram em 47%. Ao todo, são pagos 12 bilhões por mês apenas em tributos e subsídios na conta de luz.

No valor total, o custo da energia no Brasil é considerado o segundo maior do mundo, ficando apenas atrás da Colômbia. Até o final do ano, os brasileiros já terão gasto R$ 144,9 bilhões apenas em impostos na conta de luz. De acordo com o G1, o valor é maior do que o destinado ao Ministério da Educação.

Novas cobranças foram autorizadas pela Aneel

Ainda em abril, a Aneel aprovou o aumento tarifário em quatro estados do Nordeste. As novas cobranças entram em vigor já nesta sexta-feira (22). No Ceará, por exemplo, a cobrança deve subir 23,99%, Já o Rio Grande do Norte aumentará 19,87%, concedendo um ligeiro alívio no valor.

No Centro-Oeste, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul também registraram aumentos expressivos, fazendo com que o desconto no preço seja pequeno.

Ainda em março, antes do fim da cobrança extra, a CPFL Paulista passou por um reajuste médio de 13,80%. No Rio de Janeiro, a Enel subiu 16,86% e a Light aumentou 14,68%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos