Valter Hugo Mãe diz que Bienal do Livro se precipitou e não participará do evento

·1 min de leitura
SÃO PAULO, SP, 16.06.2019 - Entrevista com o escritor português Valter Hugo Mãe, em São Paulo. Além de escritor é editor, artista plástico, apresentador de televisão e cantor. (Foto: Karime Xavier/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 16.06.2019 - Entrevista com o escritor português Valter Hugo Mãe, em São Paulo. Além de escritor é editor, artista plástico, apresentador de televisão e cantor. (Foto: Karime Xavier/Folhapress)

RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - Valter Hugo Mãe, expoente da literatura contemporânea de língua portuguesa, disse neste domingo (14) que não irá participar da Bienal do Livro do Rio de Janeiro, marcada para o início de dezembro, ao contrário do que havia anunciado a organização do evento.

O escritor português estava confirmado, na programação do evento, para uma mesa de debate com o líder indígena Ailton Krenak sobre como a língua interefere em conflitos como desterros e genocídios.

O autor explicou no Instagram que estava negociando sua participação com os organizadores, mas que não houve um acordo. Ele diz não acreditar que a Bienal do Livro tenha agido de "má-fé", mas que se precipitou.

"Não foi prudente abrir meu nome, porque de facto eu manifestei vontade de ir, mas fiquei à espera do convite formal e de avaliar as condições que teria de viajar. Inclusive, minhas condições de saúde."

A Bienal do Livro não esclareceu como o erro se deu, mas lamentou, em nota, o mal-entendido. "O autor sinalizou com entusiasmo seu interesse em participar, com a concordância e envolvimento de suas editoras de Portugal e do Brasil, mas as tratativas infelizmente não evoluíram."

O escritor também lamentou pelos leitores que haviam comprado ingressos para vê-lo no evento e adiantou que pretende regressar em breve ao Brasil.

A Bienal do Livro do Rio de Janeiro, no Riocentro, vai de 3 a 12 de dezembro com a presença de 50% do público e a exigência do passaporte da vacina.

Na programação, há nomes como a argentina Mariana Enríquez, autora do romance fantástico "Nossa Parte de Noite", e Julia Quinnn, do megasucesso "Os Bridgertons", além de Matt Ruff, de "Lovecraft Country".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos