'Vamos ganhar essa corrida', diz Joe Biden em discurso

·2 minuto de leitura
Biden no palanque
'Vamos ganhar essa corrida com uma maioria clara', discursou Biden, pedindo também paciência com apuração de votos

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, discursou na noite desta sexta-feira (6/11, no horário local) em Wilmington, no Estado de Delaware, comemorando sinais de vitória.

Em discurso de cerca de oito minutos, iniciado por volta de 00h50 do dia 7 em Brasília, Biden disse que espera obter 300 votos no Colégio Eleitoral — são necessários 270 para a vitória. Ele afirmou também que sua campanha "vai ganhar na Pensilvânia", Estado considerado decisivo para definir a eleição.

"Vamos ganhar essa corrida com uma maioria acima de qualquer dúvida", disse o candidato. "Tivemos 74 milhões de votos. Isso é mais do que qualquer chapa presidencial já teve na história dos Estados Unidos."

"Estamos derrotando Trump por 4 milhões de votos, uma margem que ainda está crescendo."

O democrata comemorou a "reconstrução do muro azul", uma referência à conquista pelo seu partido, representado por esta cor, de Estados do Centro-Oeste que haviam dado vitória ao republicano Donald Trump em 2016.

Mas Biden fez um discurso conciliatório, pedindo que os americanos "deixem a raiva e a demonização para trás".

"Temos problemas sérios, não temos mais tempo a perder em guerras ideológicas", disse, mencionando a pandemia de coronavírus, dificuldades econômicas e uma campanha eleitoral "difícil".

Biden também pediu paciência com o processo de apuração de votos.

"Precisamos permanecer calmos" e deixar o processo acontecer, afirmou.

"Seu voto será contado, não me importo o quanto as pessoas tentem interromper isso, não deixarei isto acontecer", assegurou, fazendo uma referência indireta, sem mencionar o oponente, às acusações de fraude e falhas no processo eleitoral feitas por Trump.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!