Van Dijk comenta sobre doença: "Vi a morte"

Em entrevista, Van Dijk revelou ter enfrentado uma apendicectomia, situação grave que o fez deixar um testamento.
Em entrevista, Van Dijk revelou ter enfrentado uma apendicectomia, situação grave que o fez deixar um testamento. Foto: (Mark Leech/Offside/Offside via Getty Images)

Referência mundial na posição, tendo sido campeão da Liga dos Campeões da Europa e do Mundial de Clubes com o Liverpool, o zagueiro holandês Virgil Van Dijk, que tem vaga assegurada para a Copa do Mundo do Catar, que será realizada entre os dias 20 de novembro e 18 de dezembro deste ano, concedeu uma entrevista emocionante na última semana para o Mirror, jornal da Inglaterra.

Entre muitos relatos, Van Dijk contou que, no início da carreira, quando ainda atuava pelo Groningen, da Holanda, chegou a fazer um testamento por causa de uma apendicite aguda que o atacava: "Olhei a morte nos olhos, e foi uma experiência terrível. Lembro-me de estar deitado na cama. Tudo que eu conseguia ver eram tubos e fios no meu corpo. Meu corpo estava quebrado. Eu não era capaz de nada. As piores coisas passaram minha mente. Minha mãe e eu estávamos orando a Deus e, para ser honesto, estávamos discutindo vários cenários. A certa altura, tive que assinar esses documentos. Era um testamento. Se eu morresse no hospital, parte do meu dinheiro iria para minha mãe. Ninguém queria trazer isso à tona, mas precisava ser levantado porque havia a possibilidade de eu morrer naquele momento. Pela primeira vez na minha vida, o futebol não significava nada para mim. Não era importante. Tratava-se de ficar com a vida".

Leia também:

Rival na Copa usará 'feitiço' para curar estrela

Secretária-geral da FIFA, a senegalesa Fatma Samoura concedeu entrevista à Europe 1, rádio francesa, onde revelou que feiticeiros serão utilizados para que 'milagres' sejam feitos e Mané possa jogar a Copa: "Vamos usar feiticeiros. Não sei (se é eficaz), mas, neste caso, vamos usá-los de qualquer maneira. Esperamos milagres. Ele tem que estar lá (na Copa)".

A Seleção da Holanda está no Grupo A da Copa do Mundo, ao lado de Senegal, Equador e os anfitriões Catar. A estreia da seleção africana será no dia 21 de novembro, segunda-feira, contra o Senegal.