Vantagem de Castillo sobre Fujimori cai em eleição no Peru, mostra pesquisa

Marco Aquino
·1 minuto de leitura
Pedro Castillo do lado de fora de local de votação em Cajamarca, no Peru

Por Marco Aquino

LIMA (Reuters) - O candidato socialista à Presidência do Peru, Pedro Castillo, teve sua vantagem sobre a rival de direita Keiko Fujimori reduzida, de acordo com uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira, a pouco mais de um mês para a eleição.

O apoio à filha do ex-presidente preso Alberto Fujimori, que concorre pela terceira vez, aumentou em uma semana em 8 pontos percentuais, para 34%, segundo pesquisa Datum Internacional publicada no jornal financeiro Gestión.

Mas Castillo, um professor de escola primária pouco conhecido pela maioria dos peruanos antes do primeiro turno, continua na frente, apesar de ter crescido apenas três pontos percentuais, para 44%, antes do segundo turno em 6 de junho.

O candidato de 51 anos anunciou na quinta-feira a suspensão de sua campanha política após ser transferido para uma clínica em Lima devido a um problema respiratório. À noite, ele disse que o diagnóstico foi uma "infecção de garganta" e que reiniciaria todas as suas atividades na sexta-feira.

A pesquisa Datum International mostrou que o número de indecisos para a votação diminuiu. Agora, 22% ainda não sabem em quem votar ou se anulariam o voto, menos do que 33% que pensavam o mesmo na pesquisa anterior.

A sondagem foi realizada entre 27 e 29 de abril com 1.200 pessoas e tem margem de erro de 2,8%.