Vanusa: Angela Ro Ro, Xico Sá e mais artistas se despedem da cantora

Extra
·1 minuto de leitura
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Eternizada por canções como "Manhãs de setembro" e "Pra nunca mais chorar", a cantora Vanusa morreu na madrugada deste domingo, em uma casa de repouso em Santos, litoral de São Paulo.

Considerada um grande ícone da música brasileira das décadas de 1960 e 1970, dona de uma voz afinadíssima, Vanusa viu sua história recente ser marcada por por episódios tristes, como uma depressão que a levou ao vício em calmantes, o Alzheimer e, no começo da década, performances que foram ridicularizadas na internet.

Para exaltar seu talento numa última homenagem, artistas e fãs usaram as redes sociais na manhã deste domingo e dividiram histórias da Vanusa.

A escritora Veronica Oliveira, por exemplo, lembrou de lutas e marcos da carreira da cantora: "Vanusa incentivava as mulheres a se livrar de casamentos ruins, foi a primeira mulher a posar de barriga de fora numa revista, gravou 23 discos e recebeu mais de 200 prêmios. Descanse em paz".

Já o também escritor Xico Sá reforçou que ela era uma "grande cantora, grande mulher" e compartilhou o link do rock "What to do", sucesso de Vanusa que rendeu comparações com o Black Sabbath (!): "Numa bodega de canto de rua, ouvindo Vanusa, óbvio, e um vira-lata acompanhando um elegante homem que portava uma crônica dor de amor #Vanusa".

A cantora Angela Ro Ro usou as redes sociais para se despedir da amiga: "Em paz! Minha querida! Grata por encantar nossa música. Ricardo e eu seremos eternamente gratos".

O funkeiro Buchecha lamentou a morte de Vanusa: "Que pena, descanse em paz rainha Vanusa, que Deus te receba de braços abertos e ampare aos seus familiares aqui". Já a comediante Nanny People a chamou de "estrela vanguardista".