Varíola dos macacos: Brasil confirma primeira morte pela doença

O Ministério da Saúde confirmou a primeira morte no Brasil pela varíola dos macacos. Segundo a pasta, o paciente vivia em Uberlândia, Minas Gerais, e faleceu na última quinta-feira (28). A informação é da GloboNews.

O paciente, de 41 anos, tinha baixa imunidade e estava internado em Belo Horizonte, no Hospital Eduardo de Menezes.

Fábio Baccheretti, secretário de estado de Saúde de Minas Gerais, detalhou que o homem passava por tratamento oncológico, em função de linfoma, e era imunossuprimido.

"É importante destacar que ele tinha comorbidades importantes e graves, severas, para que não leve a um grande alvoroço na população, achando que a letalidade é alta. A letalidade continua sendo muito baixa", afirmou Baccheretti.

Mais de mil casos

O Brasil já tem mais de mil casos de varíola dos macacos no país e, agora, o Ministério da Saúde trata a situação como um “surto” da doença. O termo foi usado pela primeira vez em uma nota emitida pela pasta na noite de quinta-feira (28).

Na epidemiologia, um “surto” é a situação que identifica quantidades acima do normal para doenças contagiosas. Esse seria o primeiro estágio da escala de contágio, podendo depois vir a se tornar uma epidemia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos