Varíola dos macacos: Califórnia decreta estado de emergência, e casos nos EUA chegam a quase seis mil

O governador da Califórnia, nos Estados Unidos, Gavin Newsom, decretou estado de emergência de saúde pela varíola dos macacos, doença que já provocou quase mil casos na região e seis mil ao todo no país. É o terceiro estado americano a anunciar a medida. Mais cedo na segunda-feira, Illinois também decretou emergência sanitária, três dias depois de a governadora de Nova York, Kathy Hochul, ter sido a primeira a declarar a preocupação com o vírus monkeypox.

Infarto fulminante: Entenda o que pode ter causado a morte do empresário João Paulo Diniz

Doença é transmitida por contato: Médico faz alerta sobre contágio após flagrar infectado com varíola dos macacos em metrô de Madri

“A Califórnia está trabalhando urgentemente em todos os níveis de governo para retardar a propagação da varíola, alavancando nossos testes robustos, rastreamento de contatos e parcerias comunitárias fortalecidas durante a pandemia para garantir que aqueles em maior risco sejam nosso foco para vacinas, tratamento e divulgação” afirmou Newsom, em comunicado.

Juntos, os três estados respondem por aproximadamente 47% dos diagnósticos nos Estados Unidos, país mais afetado pela doença no momento, com quase 20% das contaminações no mundo. Nova York, considerado o epicentro da varíola símia no país, acumula mais de 1.300 pessoas contaminadas.

“Um em cada quatro casos de varíola neste país estão em Nova York. Estamos tendo um impacto desproporcional em grupos de risco. Continuaremos trabalhando dia e noite para garantir mais vacinas, expandir a capacidade de testes e educar os nova-iorquinos sobre como se manterem seguros”, escreveu a governadora do estado Kathy Hochul em suas redes sociais ao anunciar o decreto de emergência.

Autismo, TDAH e dislexia: Novas tecnologias se tornam aliadas para inclusão de pessoas neurodivergentes

Em meio à primeira alta de casos da doença que se dissemina por todos os continentes com transmissão comunitária, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu decretar, no último dia 22, que a varíola dos macacos é uma emergência de saúde de alcance internacional.

No Brasil, segundo atualização do Ministério da Saúde, são 1.369 pessoas contaminadas no país, além de 616 suspeitas. Há ainda um óbito, confirmado em Belo Horizonte, Minas Gerais, na última sexta-feira. O paciente, um homem de 41 anos, apresentava um quadro de imunossupressão devido à quimioterapia para tratar um linfoma. Nos últimos dias, foram detectados ainda dois óbitos na Espanha, um na Índia e um no Peru.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos