Preso, Lula embarca rumo a Curitiba para cumprir pena por corrupção

São Paulo, 7 abr (EFE).- O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se entregou neste sábado à Polícia Federal (PF) para cumprir a pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, embarcou no aeroporto de Congonhas em um avião da corporação rumo a Curitiba, onde ficará detido.

Lula chegou ao aeroporto em um helicóptero da Polícia Militar que tinha decolado na superintendência da PF na capital paulista. Foi para lá que o ex-presidente tinha sido levado por agentes federais uma hora após deixar a pé o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), para se entregar.

No sindicato, houve um clima de tensão provocado por militantes que tentaram evitar que ele deixasse o local. Por fim, o ex-presidente caminhou até um veículo da Polícia Federal que o esperava nas imediações para levá-lo, em comboio integrado por outras viaturas descaracterizadas, como havia sido solicitado por seus advogados.

Lula conseguiu deixar a sede do sindicato na segunda tentativa, já que, na primeira, foi impedido por militantes que cercaram um dos portões pelo qual ele passaria em um automóvel.

O comboio policial seguiu rumo à superintendência da PF, onde o ex-presidente se submeteu a um exame de corpo de delito. Em seguida, ele embarcou no helicóptero em direção ao aeroporto de Congonhas, de onde seguiu para Curitiba. EFE