Variante ômicron faz pandemia de Covid-19 bater recordes na América Latina

·2 min de leitura

Depois de ter se propagado rapidamente pela Europa, a variante ômicron vem provocando uma aceleração da pandemia de Covid-19 na América Latina. Vários países da região registram um aumento repentino no número de casos, com recordes batidos nos últimos dias.

O México registrou no sábado 30 mil contaminações em apenas 24 horas. O país não atingia números tão elevados desde agosto de 2021, quando contabilizou 28.023 casos. Segundo dados do Ministério mexicano da Saúde, o saldo total de infectados já ultrapassa 4 milhões de pessoas.

O governo do México pediu na terça-feira que a população evite se submeter a testes de detecção da Covid-19 caso apresente sintomas e permaneça em casa a fim de evitar os contágios diante da uma escassez mundial destes dispositivos médicos. "Ao invés de correr para o posto fazer um teste, o que se deve fazer é ficar em casa para evitar contagiar outras pessoas", disse o vice-secretário de Saúde, Hugo López-Gatell, porta-voz da estratégia governamental contra a pandemia.

Em meio a este repique de casos, o próprio presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, infectou-se pela segunda vez com a Covid-19, embora tenha informado que se sente "muito bem" e que teve apenas um mal-estar leve.

Situação preocupante no Peru

O Peru também registrou um recorde ao contabilizar 24.288 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. Este número supera em mais de 7.100 o pico desta onda da pandemia, atingido no domingo (9), quando 17.128 casos foram confirmados em um único dia.

O ministro peruano da Saúde, Hernando Cevallos, disse à imprensa que a ômicron "atingirá todo sistema sanitário do país", principalmente o atendimento básico, realizado em postos e em centros de saúde.


Leia mais

Leia também:
Mais de 50% dos europeus terão contraído a ômicron em dois meses, prevê OMS
Canadá: Québec cria imposto a cidadãos não vacinados contra a Covid-19
Ômicron abala retomada econômica mundial, mas otimismo com "luz no fim do túnel" permanece

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos