Varíola dos macacos: Saúde negocia para adiantar chegada de doses da vacina

Brasil receberá 50 mil doses de vacinas contra a varíola dos macacos após acordo com a Opas (Foto: Getty Images)
Brasil receberá 50 mil doses de vacinas contra a varíola dos macacos após acordo com a Opas (Foto: Getty Images)

O Ministério da Saúde está negociando para adiantar a chegada de vacinas contra a varíola dos macacos. As informações são do portal Metrópoles.

A pasta comprou 50 mil doses do imunizante contra a doença, por intermédio da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). A previsão inicial é de que as primeiras vacinas chegariam ao Brasil em setembro, mas o ministério tenta que as doses cheguem ainda no mês de agosto.

Segundo o ministério, as vacinas não serão aplicadas em toda a população. Inicialmente, devem receber o imunizante profissionais da saúde, que estão expostos a maior risco de contaminação.

Na última segunda-feira (1º), Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, afirmou que o país também recebera o medicamento tecovirimat, usado para o tratamento de pacientes com varíola dos macacos. A compra do medicamento também será feita por intermédio da Opas.

Uma morte pela doença no Brasil

O Brasil registrou, até o momento, uma morte por varíola dos macacos. O paciente era um homem de 41 anos, com baixa imunidade, que estava internado em Belo Horizonte, em tratamento oncológico.

Até o momento, o país tem cerca de 1,4 mil casos confirmados da doença.

Varíola dos macacos: um breve histórico para entender a doença

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos