Vasco: Com transmissão ao vivo, torcedores invadem São Januário para fazer cobranças e 'lacram' sala da presidência

·2 minuto de leitura

O anúncio de Fernando Diniz como novo técnico do Vasco não foi o suficiente para acalmar os ânimos no clube. Nesta sexta-feira, um grupo de torcedores invadiram a sede do clube em São Januário. Numa ação que chegou a ser transmitida ao vivo pela rede social de uma organizada, eles cobraram dirigentes e jogadores pelos maus resultados e usaram fitas para lacrar a sala da presidência.

"Cadê você, Salgado? Cadê Osório? Cadê o Luiz Mello? Cadê o Mussa? Aqui não é invasão, não. A casa é nossa. Estamos cansados, Salgado. Castan, vamos cobrar esse elenco aí! Você não é o capitão, Castan? Ninguém no clube. Tá dando folga, pô? A torcida está interditando. Cadê vocês? Interditado, ó!", disse o torcedor que filmou a invasão.

Segundo o Vasco, os seguranças da sede conseguiram retirar os torcedores com apoio da Polícia Militar. Não foram registrados atos de violência. Ainda assim, o clube promete tomar providências para evitar que novos episódios se repitam. Confira a nota na íntegra:

"O Vasco confirma que as imagens que estão circulando na internet, de integrantes de torcidas organizadas em São Januário, são desta sexta-feira (10/09).

Houve tentativa de invasão à sede do Clube através dos portões 9, 17 e entrada social.

A segurança conseguiu intervir em diversos pontos, no entanto, os torcedores acabaram conseguindo acessar as instalações internas através do restaurante. As circunstâncias de como se deu esse acesso irregular estão sendo apuradas pelo Clube.

Os torcedores já foram retirados das instalações do Clube pela intervenção da segurança, com o apoio da Polícia Militar. Não foram registrados atos de violência nem danos ao patrimônio de São Januário.

O Vasco lamenta o incidente. A administração sempre esteve aberta ao diálogo com todos os públicos relativos ao Clube, inclusive as torcidas organizadas, as quais foram recebidas diversas vezes para reuniões, tanto em São Januário quanto no CT Moacyr Barbosa.

O Vasco da Gama vai tomar as providências cabíveis para que cenas lamentáveis como essas não se repitam"

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos