Vasco fica no 2 a 2 com o Madureira na volta de Germán Cano

Tatiana Furtado
·2 minuto de leitura

Mesmo com o argentino Germán Cano de volta, o Vasco não conseguiu emplacar a segunda vitória seguida no Carioca. Depois de abrir 2 a 0, o time permitiu o empate do Madureira em 2 a 2, neste sábado, no Estádio Los Lários, em Xerém. Com seis pontos, está em oitavo. O Madureira assumiu a terceira posição com 10 pontos.

Na terça-feira, o time cruz-maltino enfrentará o Fluminense, em Volta Redonda, na busca por uma vaga entre os quatro primeiros da Taça Guanabara.

O artilheiro Cano mostrou a sua importância para o time. Ele passou em branco após ficar fora dos últimos jogos para recondicionamento físico - e perdeu um gol na cara do gol no fim do jogo. Mas sua presença já é suficiente para assustar a defesa e chamar os zagueiros para a marcação.

Foi assim que saiu o primeiro gol do Vasco. Aos 30 minutos, Cayo Tenório foi até a linha de fundo e rolou para trás. Enquanto Cano atraía a defesa, o jovem paraguaio Galarza surgiu livre para abrir o placar.

Sob o forte calor de Xerém, o jogo só ganhou mais movimentação no segundo tempo, quando o sol deixou o campo. O gramado alto também impedia que a bola corresse mais veloz.

Ainda assim as duas equipes tiveram suas chances. O Vasco só conseguiu furar o bloqueio do Madureira numa bomba do lateral Zeca de fora da área, que entrou no ângulo esquerdo.

O gol, no entanto, não deu tranquilidade ao time. As substituições de Marcelo Cabo desequilibraram a equipe, que levou o empate em cinco minutos. Primeiro Feitosa desviou cobrança de falta de Juninho Monteiro. Depois, Mauricio, de cabeça, deixou tudo igual.

Na tentativa da vitória, o time se jogou ao ataque. E mostrou que a finalização ainda é um problema. Cano, Tiago Reis e Vinicius perderam chances claras.

O Vasco perdeu a chance de se aproximar do alto da tabela e não conseguiu derrubar a invencibilidade do Madureira.