Vasco formaliza internamente o pedido de criação de SAF

·1 min de leitura

Após carta de intenção sobre criação de uma Sociedade Anônima de Futebol (SAF) no final de novembro, o presidente do Vasco, Jorge Salgado, avançou no tema. Nesta terça-feira, o clube anunciou que o mandatário formalizou o pedido de constituição, com entrega de documento assinado para o Presidente do Conselho Deliberativo, Carlos Fonseca, e para o Presidente do Conselho de Beneméritos, Antônio Peralta.

Na prática, a criação de uma SAF tem como objetivo a separação da operação do futebol, permitindo a entrada de investidores e aquisição de ações. No último final de semana, o Cruzeiro tornou-se o primeiro entre os grande clubes brasileiros a concluir sua venda. O ex-jogador Ronaldo adquiriu 90% das ações da SAF celeste. O Botafogo e o América-MG seguem com processos semelhantes avançados.

– Hoje é um dia histórico para o nosso Clube. Acabei de assinar o encaminhamento para o Conselho Deliberativo e o Conselho de Beneméritos, para que a gente consiga aprovar a criação da Sociedade Anônima do Futebol. É mais um passo no sentido da modernização do Club de Regatas Vasco da Gama. Isso vai nos propiciar algumas possibilidades interessantes no futuro — disse o mandatário, ao site oficial do clube.

O documento apresentado por Salgado cita as possibilidades da nova lei do clube-empresa, que regulamentou as SAF em agosto. A legislação permite a transformação da instituição em sociedade ou a cisão do departamento de futebol para que apenas este passe pela mudança.

Em atualização.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos