Vasco sobe o tom depois de declarações do governador do Rio sobre licitação do Maracanã

A diretoria do Vasco elevou o tom das palavras direcionadas ao governador do Rio, Cláudio Castro (PL), a respeito do processo licitatório do Maracanã. É um novo desdobramento da tensão criada desde sexta-feira, com a informação publicada na coluna de Lauro Jardim, no GLOBO, de que Castro, em reunião com representantes do cruz-maltino, não teria garantido a lisura do processo de concorrência.

No domingo, o governador publicou vídeo em que se refere à 777 Partners, dona de 70% dos ativos da SAF vascaína, como a "tal da 777". Além disso, afirma que defende que a gestão do Maracanã fique nas mãos de clubes de futebol e não de empresas, o que foi interpretado por vascaínos como uma sinalização de que Cláudio Castro é simpático à candidatura de Flamengo e Fluminense.

Início: Reforços estreiam, mas Vasco não inspira e perde para o River Plate nos Estados Unidos

No Carioca: Vasco não sai do zero com o Madureira em noite de homenagens a Dinamite

Na noite desta segunda-feira, foi a vez de Luiz Mello, CEO da SAF do Vasco, e Juan Arciniegas, diretor geral da 777 Partners, se manifestarem.

Mello afirmou que o Vasco deve ser visto da mesma forma que Flamengo e Fluminense na disputa pela gestão do Maracanã.

"Fomos surpreendidos pela infeliz declaração do governador. Ele disse que o Maracanã será administrado por um clube de futebol. O Vasco é um clube de futebol. O Vasco é o primeiro clube de futebol a vencer um título no Maracanã. Nossa torcida entende que o Maracanã também é sua casa. Que bom que cumprimos com esse quesito do governador. Faremos tudo que estiver ao nosso alcance, quando as regras da licitação estiverem colocadas, para apresentarmos a melhor oferta, ao lado de nossos parceiros".

Arciniegas, por sua vez, mostrou confiança de que o Vasco sairá como gestor do Maracanã, uma vez que o edital seja efetivamente lançado. Atualmente, o estádio é gerido de forma interina por Flamengo e Fluminense.

"Nosso compromisso é transformar este ícone global esportivo em uma das melhores arenas no mundo. Estamos confiantes de que nossa oferta é a melhor e que qualquer processo justo e objetivo chegará a esta mesma conclusão. Reiteramos publicamente nosso pleito, de que a licitação do Maracanã seja justa e transparente. E renovamos nossa promessa de tornar o estádio disponível para todos os clubes e seus torcedores. Estamos prontos para trabalhar com o governador e sua equipe neste processo, desde que seja sempre de forma respeitosa e profissional".