Vasco vence o Santos com gol de Carlinhos, que mostra que pode ser útil no Brasileiro

Marcello Neves
·2 minuto de leitura

As vitórias do Vasco costumam reluzir sobre as figuras de Germán Cano e Martín Benitez. Mas sem a presença do meia argentino, um herói inesperado roubou a cena em São Januário. Carlinhos está longe de ser querido pela torcida cruz-maltina, mas mostrou ao técnico Ricardo Sá Pinto que pode ser útil nesta reta final de Brasileiro. Dos criticados pés do meia veio a vitória por 1 a 0 diante do Santos ontem, importante na luta contra o rebaixamento.

É inegável que Benítez, desfalque devido a um trauma na panturrilha esquerda, faz falta ao Vasco. Mas a novela envolvendo a sua renovação contratual — com vínculo até 31 de dezembro — exige a busca por soluções. Substituto, Carlinhos pôde jogar na posição onde se sente melhor e mostrou que merece ser melhor aproveitado nas próximas rodadas.

O meio-campista chamou a responsabilidade diante do Santos: ditou o ritmo dos ataques, organizou jogadas e, ao lado de Cano, foi o mais acionado da equipe. Venceu até mesmo o forte calor em São Januário para arrancar e aproveitar o cruzamento de Léo Matos para marcar.

O lado direito santista foi o setor mais explorado pelo Vasco, já que Léo Matos e Vinicius levaram vantagem em praticamente todas as descidas ao ataque. O próprio Carlinhos quase ampliou em jogada idêntica ao do primeiro tento, mas Cano errou o passe que o deixaria livre.

Quando Cuca decidiu colocar Soteldo e Marinho em campo, Sá Pinto mudou a organização da equipe com as substituições e passou a se defender. Diante da pressão, brilhou a estrela de Fernando Miguel, que se destacou com grandes defesas. Mas sinceramente? O Santos estava com a cabeça na Libertadores e não fez muito para merecer o empate — a vitória então, seria até injusto.

Melhor para o Vasco, que volta a vencer após cinco rodadas e respira no Brasileiro.