Vasco vota neste sábado mudança que pode criar SAF

O Vasco vota neste sábado, das 10h às 22h, a mudança estatutária que abrirá caminho para o clube criar uma Sociedade Anônima de Futebol e posteriormente vender seus ativos.

A Assembleia Geral Extraordinária é o passo mais importante até aqui no processo que pode culminar com a transferência do controle do futebol vascaíno para o grupo americano 777 Partners.

Exatamente por isso concentra a maior movimentação na Justiça de grupos contrários à realização do negócio.

Foram três liminares tentando ou suspender a realização da AGE, ou tentando anular os efeitos da votação deste sábado. Não está descartada a possibilidade de outras ações no campo jurídico, posteriores à assembleia, com o intuito de reverter o processo.

São 5.899 sócios aptos para votar, de acordo com a lista divulgada pelo clube. Eles poderão acessar o sistema de votação remota ou comparecer à sede do Calabouço, no Centro do Rio. O resultado vencedor precisa da maioria simples entre os votos efetuados. No Conselho Deliberativo, a mudança estatutária passou com ampla maioria, 166 a 3.

Espera-se vantagem dos defensores da alteração não tão grande entre os associados. Isso porque há grupos de oposição à SAF que não estão representados nos 300 membros do Conselho Deliberativo.

A diretoria cruz-maltina espera receber a proposta oficial da 777 Partners para adquirir parte dos ativos da SAF assim que mudança estatutária for confirmada pelos sócios na AGE.

Em linhas gerais, os americanos sinalizaram com investimentos de R$ 700 milhões no futebol e assumirão o pagamento de passivo trabalhista e cível para terem o controle do futebol vascaíno.

Maiores detalhes a respeito de como esse investimento será feito, em quanto tempo, foram mantidos em sigilo até o momento, por não haver uma proposta oficial em mãos.

A promessa do Vasco é que, ao ser confirmada a proposta, ela será levada ao conhecimento de conselheiros e sócios em seus pormenores para que uma nova rodada de votações ocorra, no Conselho Deliberativo e em uma nova Assembleia Geral Extraordinária a ser convocada.

Caso aprovada, o processo de criação e venda da SAF para a 777 Partners deve ser finalizado em junho. O clube associativo manterá 30% das ações da empresa.

Na prática, a gestão do Vasco já é parcialmente compartilhada com os investidores. Ocorre atualmente um processo de transição, em que o clube troca informações com a 777 Partners, parte da diligência que antecede a realização da oferta.

No futebol, as decisões principais do Vasco já são tomadas com o aval ou não da empresa. A contratação de jogadores e a venda de direitos econômicos precisa ser aprovada pela 777 Partners.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos