Vasectomia reversível: entenda cirurgia feita por Mc Cabelinho

O cantor carioca Mc Cabelinho, de 26 anos, usou seu perfil nas redes sociais nesta quarta-feira, para contar aos seus seguidores que fez uma cirurgia de vasectomia reversível e que não tem a pretensão de ter filhos no atual momento da vida. Muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o procedimento e como ele realmente funciona na contracepção masculina.

A vasectomia é indicada para homens que não desejam ter mais filhos. O procedimento é cirúrgico, feito por um médico urologista e dura, em média, 20 minutos. Na técnica é feita uma incisão no escroto, cortando os canais que conduzem os espermatozóides, que estão nos testículos, até o pênis. Assim, espermatozoides não são liberados na ejaculação e, consequentemente, o óvulo não é fecundado, evitando uma possível gravidez. O sêmen continua a ser produzido pela próstata e pelas vesículas seminais.

O Mc escreveu em seus stories do instagram: "Quero deixar bem claro que posso ser pai quando eu quiser e, por isso, optei pela vasectomia reversível.”

Mas, especialistas alertam para a realização do procedimento sem a plena consciência de que quanto mais tempo para a realização da reversão, menor a probabilidade de se ter um filho. O vice-presidente da Sociedade Brasileira de Urologia do Rio de Janeiro, Mauro Muniz , explica que a taxa de sucesso para quem deseja ter filhos após a vasectomia reversível pode ser prejudicada.

— É possível recompor o canal por onde o espermatozoide passa, mas não é garantido que o homem vai voltar ao normal após isso. Porque consegue recompor o canal em 90% dos casos se tiver pouco tempo de vasectomia, mas a produção de espermatozóide fica alterada, quanto mais tempo de procedimento menos ele produz. — diz o especialista.

O médico explica que o espermatozóide se forma na vida do homem na puberdade, então ele é considerado pelo auto sistema de defesa do corpo como uma célula que não é nossa, ele interpreta como algo diferente no organismo masculino. Existe uma proteção do espermatozóide do sangue, eles ficam separados e quando é feito o procediemento é arrancada essa proteção, com isso produz substância para matar o espermatozóide e com isso acaba diminuindo a sua produção. Então, quanto mais tempo um homem tem de vasectomia, menos chance de dar certo, porque a produção é insuficiente.

— Todo homem quando vai fazer o procedimento tem que considerar que não é reversível. É importante fazer com consciência de que a reversão não é sinônimo de sucesso em um tentativa futura de ter filhos — aconselha o profissional.

*Sob supervisão de Adriana Dias Lopes