Vaza Jato: diálogos mostram que Deltan pensava em se candidatar ao Senado

Foto: AP Photo/Andre Penner

Mais um episódio da Vaza Jato foi divulgada nesta terça-feira (03). Mais uma vez o procurador Deltan Dallagnol é o protagonista. Em diálogos realizados entre o fim de 2016 e os primeiros meses de 2017, ele revela sua vontade de ser candidato ao Senado, sinalizando uma atuação política indevida do procurador.

Dallagnol, curiosamente, mantinha uma conversa consigo mesmo no aplicativo Telegram. Em uma dessas mensagens autodirecionadas, ele afirma que "seria facilmente eleito".

Leia também

“Tenho apenas 37 anos. A terceira tentação de Jesus no deserto foi um atalho para o reinado. Apesar de em 2022 ter renovação de só 1 vaga e de ser Álvaro Dias, se for para ser, será. Posso traçar plano focado em fazer mudanças e que pode acabar tendo como efeito manter essa porta aberta”, escreveu em outra mensagem.

Em outros diálogos, Dallagnol deixa claro um desejo de ver o Ministério Público Federal (MPF) lançando um candidato por Estado. As mensagens mostram que Dallagnol pode ter desistido da candidatura em 2018 por avaliar que a atitude prejudicaria a Operação Lava Jato.

"Muitas pessoas farão uma leitura retrospectiva com uma interpretação de que a atuação desde sempre foi política. Pior ainda, pode macular mais do que a Lava Jato, mas o movimento anticorrupção como um todo, que pode parecer politicamente motivado. Por fim, a candidatura pode macular as 10+ como uma plataforma pessoal ou de Deltan para eleição, retirando aura técnica e apartidária”, afirma o procurador em outra mensagem autodirecionada.

Ao mesmo tempo em que Dallagnol tinha dúvidas no âmbito privado, ele era incentivado por colegas, como o procurador Vladimir Aras, que via no procurador potencial para derrotar "inimigos" da operação como Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Roberto Requião (MDB-PR), então senadores pelo Paraná:

Vladimir Aras – 10:30:29 – Vc tem de pensar no Senado

Deltan Dallagnol – 12:58:02 – Obrigado pelo incentivo, mas vejo muitos poréns

Aras – 13:09:38 – Vc se elege fácil e impede um dos nossos inimigos no Senado: Requiao ou Gleise caem

Dallagnol – 13:29:56 – Não resolve o problema. Ajuda se o MPF lançar um candidato por Estado. Seria totalmente diferente e daria trabalho, mas pode ser uma das estratégias para uma saída.

Dallagnol – 13:30:22 – No PR não precisaria ser eu rs, mas eu apoiaria fortemente essa rede de candidatos

Dallagnol – 13:30:44 – Ou pensamos alguma saída maluca, ou estamos ferrados

Aras – 13:45:12 – Vc e Moro

Aras – 13:45:14 – Ou Carlos

Meses depois, a notícia de uma possível candidatura de Dallagnol se espalhou pelo MPF. Questionado pela procuradora Luciana Asper, do Distrito Federal, ele não negou a possibilidade de se candidatar a um cargo político:

Luciana Asper Valdir – 10:41:42 – Tem alguma chance de vc se candidatar a senador?? Alguns estão me perguntando.

Deltan Dallagnol – 11:49:16 –

Dallagnol – 11:49:22 – Valeu Lu!

Dallagnol – 11:50:43 – Não tem urgência, vou aguardar então, obrigado!

Dallagnol – 11:57:18 – Eu não gostaria, sendo sincero, por uma série de razões. Não é meu perfil, é uma turbulência na vida familiar, ganha menos, tem menos férias, fica tomando pedrada na vitrine num jogo de menitras [mentiras], correria um risco grande ao me desligar do MPF, tem a questão da LJ etc. Contudo, tem muitas pessoas que respeito muito que estão incentivando, inclusive o pessoal da LJ. Hoje, descogito, e essa é a melhor resposta para quem pergunta, até para não expor o caso. A verdade é que quero em minha vida, em primeiro lugar, servir a Deus, e a Bíblia coloca que a vida do cristão é como o vento, que não sabe para onde vai. Se um dia decidir tentar, é porque entendi que é o melhor modo de servir a Deus e aos homens e por puro espírito público, porque vontade não tenho, Lu. Qual a sua impressão?

Luciana Asper Valdir – 13:48:35 – Entendo vc perfeitamente! Penso exatamente como vc. E confio plenamente que Deus o guiará em todos os caminhos. Vc ouvirá a voz Dele e Ele te colocará onde Ele precisa para continuar no caminho de restauração do que deveria ser está nação que Ele agraciou com tantas bênçãos e foi tão maltratada pelos líderes até hj. Eu confesso que peço todos os dias a Deus para colocar o poder neste país nas mãos dos filhos Dele, verdadeiros cristãos que queiram dar a prosperidade planejada para este Brasil. Falta liderança do bem em todos os cantos. Vc já fez alguma escola no Mpf. Precisamos de um novo congresso sem duvida. Difícil avançarmos com o que vemos por lá. Precisamos de lideranças em todos os cantos! Deixa Deus te guiar que Ele saberá exatamente onde vc deve estar!

Dallagnol – 14:02:12 – Valeu Lu. Quando lembrar, ore por favor pelas decisões que tomamos aqui.

Luciana Asper Valdir – 14:40:25 – Sim. Sempre!