Vazamento químico deixa mais de 100 hospitalizados no Irã

Mais de 130 pessoas foram hospitalizadas com dificuldades respiratórias após um vazamento de produtos químicos em uma fábrica no sul do Irã, informou a imprensa local.

As autoridades iniciaram uma investigação sobre a causa do vazamento de gás nitrogênio em uma fábrica de produção de carbonato de sódio na cidade de Firuzabad, informou a agência de notícias oficial IRNA.

"Os feridos sofrem em sua maioria de problemas respiratórios provocados pelo gás nitrogênio, que não é perigoso", afirmou o diretor de gestão de crises da província de Fars, Khalil Abdollahi.

Nenhuma pessoa morreu em consequência do vazamento e a maioria dos hospitalizados já recebeu alta, segundo uma fonte médica.

Inaugurada em 2020, a fábrica de carbonato de sódio de Firuzabad tem capacidade de produção anual de 320.000 toneladas, de acordo com a agência IRNA.

O carbonato de sódio é utilizado em particular na produção de detergentes, sabões, papel, vidro e produtos petroquímicos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos