Veganismo: Como consumir proteína suficiente numa dieta à base de planta

Lee Breslouer

Fazer uma alimentação plant-based (à base de plantas) soa ótima na teoria, mas é possível obter toda a proteína que o corpo necessita a partir de alimentos apenas vegetais?

A resposta: sim.

Não existe uma definição restrita do que significa plant-based, mas de maneira geral entende-se por isso que você consome principalmente frutas, verduras, grãos integrais, sementes, nozes, castanhas e leguminosas – nada de carne, frutos do mar, ovos, leite ou derivados do leite. Conversamos com três nutricionistas para saber por que não é preciso se preocupar com obter proteína suficiente desses alimentos. As nutricionistas compartilharam conosco algumas de suas fontes favoritas de proteína vegetal. São alimentos que você pode procurar na próxima vez que for ao supermercado.

Do que estamos falando quando falamos em proteína                     

Carne bovina, de frango ou outra é o alimento que os americanos mais procuram para suprir-se de proteínas. A publicidade com certeza influiu sobre essa escolha – não é de hoje que as associações de produtores e da agroindústria promovem as proteínas de origem animal.

Hoje em dia a importância de ingerir proteína suficiente também é destacada pelos produtores de alimentos que vão de sorvete a pizza congelada, muitos dos quais alardeam o alto teor proteico de seus produtos. E a “carne alternativa” processada dos veggie burgers (como o Impossible Burger e o Beyond Meat) está tendo seu momento ao sol.

A rede Burger King lançou o Impossible Whopper em 2019 para atender à demanda por um hambúrguer alternativo, à base de vegetais.

“Não há nada que nos incentive a reduzir nossa ingestão de proteínas. As proteínas nunca são retratadas como sendo negativas, como acontece com a gordura e os carboidratos”, observou a nutricionista Angie Asch, especialista em nutrição esportiva e dona da Eleat Sports Nutrition, em Lincoln, Nebraska.

Contudo, ela observou, “ao mesmo tempo que penso que a ingestão diária recomendada (IDR) subestime nossa necessidade de proteínas, raramente me deparo com um cliente que tenha...

Continue a ler no HuffPost