Veiga volta a marcar, Palmeiras dá show para vencer o Goiás e abre vantagem na liderança do Brasileirão

Veiga volta a marcar de pênalti e ajuda em goleada do Palmeiras no Brasileiro (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


Ainda que com um time sem alguns titulares importantes, o Palmeiras soube como controlar o adversário Goiás para vencê-lo por 3 a 0, pelo Brasileirão. O time de Abel se isolou ainda mais na liderança do torneio, com 45 pontos, enquanto o Goiás ainda tenta se afastar do Z-4, com 25. Os gols palmeirenses foram marcados por Mayke, Raphael Veiga, de pênalti, e Atuesta.


> Leila Pereira recebe Jair Bolsonaro no Allianz; entorno do estádio do Palmeiras tem manifestações
> Clique e confira a tabela completa e simulador do Brasileirão!

Verdão segue risca de líder e vai para o intervalo com 2 a 0 no placar

Desde o início, o Palmeiras procurou provar que joga mesmo o melhor futebol do país, já que ocupa a primeira colocação. Logo no primeiro minuto, uma chance clara com Gustavo Gómez, de cabeça, após escanteio, passou perto do gol do Esmeraldino.

A pressão palestrina continuava e, aos sete minutos, Dudu conseguiu um lançamento para Wesley, que ajeitou de cabeça, mas a defesa do Goiás estava atenta e afastou. Depois, mais uma vez o camisa 11 esteve presente em uma jogada perigosa.

Aos 11’, o jovem recebeu livre na pequena área e bateu em cima de Raphael Veiga, que sem querer obrigou o goleiro Tadeu a fazer uma ótima defesa. Na sequência, Wesley mandou por cima da trave.

Já aos 16 minutos, não teve jeito. Dudu, imparável, seguiu um corredor livre pelo lado esquerdo e viu Mayke chegando bem na área na outra ponta. O camisa 7 fez o passe e o lateral bateu com beleza e precisão para abrir o placar no Allianz Parque com um ‘senhor golaço’. O VAR ainda checou a posição do ‘Baixola’ no início da jogada, que estava legal, antes de confirmar o tento.

O Palmeiras queria mais um após uma controlar o jogo na intermediária na maior parte do tempo depois do primeiro gol. A melhor chance aconteceu já nos acréscimos, aos 49’, quando em um bom ataque palmeirense, a bola bateu no braço do defensor do Goiás.

Depois de muitas conversas entre o árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima e comissão e jogadores do Alviverde, além da checagem no VAR, o pênalti foi marcado. Raphael Veiga bateu e converteu, retomando a precisão na marca da cal. 2 a 0 para os mandantes.

Verdão não ‘sossega’ e amplia vantagem no marcador e na liderança

A conversa no vestiário do Verdão durante o descanso, de certo, foi para que a pegada da primeira etapa continuasse. Abel Ferreira optou por sacar Dudu, Veiga e Zé Rafael, dando oportunidade para Rony, Gustavo Scarpa e Danilo. O camisa 10 inclusive, foi chamado após se recuperar de uma lesão que o deixou de fora de seis jogos da equipe.

Em um intervalo de três minutos, duas boas chances para os donos da casa, para mostrar que as substituições poderiam surtir efeito. Primeiro, Scarpa cobrou na cabeça de Luan, que fez um leve desvio. A bola passou perto da trave direita de Tadeu, com perigo. Depois, o camisa 14 mais uma vez lançou um companheiro, que também cabeceou e viu o goleiro adversário defender.

Aos 13’, o retorno de Rony quase teve um final feliz. O atacante Rafael Navarro lançou Wesley que cruzou para o camisa 10. Bastava uma finalização, mas Reynaldo desviou e a bola foi para fora, afastando o perigo.

O Goiás até tentou esboçar alguma reação quando Renato Júnior, aos 25’, puxou para o meio e bateu. O chute saiu com bastante perigo, próximo à trave direita de Weverton.

Contudo, o jogo era mesmo para ser do Verdão. Com 11 finalizações contra seis dos adversários, Wesley teve uma chance cara a cara com Tadeu de se consagrar e marcar o terceiro, mas o camisa 11 bateu mal e desperdiçou.

Aos 30', Atuesta entrou no lugar de Gabriel Menino. Aos 37', marcou seu primeiro gol com a camisa palmeirense. O camisa 20 recebeu de fora da área, teve tempo para dominar e finalizar, mandando um belo tento que aumentou a goleada.

Dois minutos depois, Flaco López, que também saiu do banco, tentou fazer com que o resultado fosse ainda mais positivo para o Verdão, mas o chute do centroavante parou nas mãos de Tadeu.

Depois, a partida foi apenas cadenciada pelo líder do Brasileirão, que garantiu mais um triunfo. 3 a 0 no marcador e vantagem de seis pontos para o rival Corinthians, segundo colocado com 39.

E agora?

O Palmeiras volta a entrar em campo já na quarta-feira, contra o Atlético-MG, para decidir quem fica com a vaga na semifinal da Libertadores, no Allianz Parque. Já o Goiás recebe o Avaí, pelo Brasileiro, no sábado, às 16h30.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 x 0 GOIÁS

Local:
Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data/Horário: 7/8/2022, às 16h
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Leirson Peng Martins (RS)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Público e renda: 38.801 pessoas/ R$ 2.105.530,28
Cartões amarelos: Zé Rafael (PAL); Dadá Belmonte, Danilo Barcelos e Felipe Bastos (GOI)
Gols: Mayke (16’/1ºT) (1-0), Raphael Veiga (49’/P/1ºT) (2-0) e Atuesta (37'/2ºT) (3-0)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Vanderlan; Menino (Atuesta, 30’/2ºT), Zé Rafael (Danilo, no intervalo) e Raphael Veiga (Gustavo Scarpa, no intervalo); Wesley, Dudu (Rony, no intervalo) e Navarro (Flaco López, aos 16’/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

GOIÁS: Tadeu; Lucas Halter, Reynaldo, Caetano (Hugo, aos 38'/2ºT) e Diego; Caio, Matheus Sales (Renato Júnior, no intervalo), Danilo Barcelos (Nicolas, 21’/2ºT); Dadá Belmonte, Luan Dias (Felipe Bastos, 21’/2ºT) e Pedro Raul. Técnico: Jair Ventura.