Veja frases do julgamento de Flordelis, que neste sábado ouve réus

***ARQUIVO***NITERÓI, RJ, 07.11.2022 - A ex-deputada Flordelis dos Santos durante seu julgamento no fórum de Niterói (RJ). (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
***ARQUIVO***NITERÓI, RJ, 07.11.2022 - A ex-deputada Flordelis dos Santos durante seu julgamento no fórum de Niterói (RJ). (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O julgamento de Flordelis dos Santos e de outros quatro réus acusados de envolvimento na morte do pastor Anderson do Carmo entra na fase final neste sábado (12). Nos cinco primeiros dias foram ouvidas 23 testemunhas.

A pastora, presa desde agosto do ano passado, é ré por suspeita de homicídio triplamente qualificado -por motivo torpe, emprego de meio cruel e de recurso que impossibilitou a defesa da vítima-, tentativa de homicídio, uso de documento falso e associação criminosa armada.

O autor dos disparos, Flávio dos Santos, filho biológico de Flordelis, foi condenado em novembro de 2021 a quase 30 anos de prisão.

Ela nega todas as acusações e diz que os promotores que a acusam trabalham para desconstruir sua imagem "como ser humano, como pastora". A principal linha da defesa é tentar convencer os jurados de que o crime foi cometido por filhos como forma de defesa contra supostos sexuais de Carmo. As investigações, no entanto, não comprovaram a tese.

Confira abaixo o que as testemunhas relataram ao júri:

Dia 7.nov.2022 1. Bárbara Lomba, delegada

"Não havia o amor de pai e mãe, eles conviviam e as pessoas tinham relações com elas de cunho sexual", sobre o relacionamento de Flordelis e Carmo com os filhos afetivos.

2. Allan Duarte, delegado

"Flordelis tem predileção pelo absurdo. Ela prefere matar o marido do que provocar um escândalo junto à igreja", afirmou em relação a ser mandante do crime e não querer o divórcio.

3. Regiane Ramos Rabello (chefe de Lucas Cézar de Souza, que comprou a arma do crime)

"Não posso me calar porque daqui a pouco estão me matando igual fizeram com o pastor", disse, como justificativa para depor.

Dia 8.nov.2022 4. Tiago Vaz, investigador

"Eram facções. Uma facção ajudou no cometimento do crime, outra ficou insatisfeita. Então uma facção denunciou a existência desse conluio", afirmou sobre a falta de união da família.

Newsletter FolhaJus Dia Receba no seu email a seleção diária das principais notícias jurídicas; aberta para não assinantes. *** 5. Alexsander Felipe Matos Mendes, filho

"A Flordelis ficou com raiva da Simone [Rodriges, ré]. Porque ela disse que não tinha condição de fazer. A Simone me contou que a Flordelis disse: 'Já que você não vai fazer, então procura a Marzy [outra ré] para ela fazer isso', afirmou sobre o plano para matar Carmo.

6. Wagner Andrade Pimenta, filho

"Ele me chama para dentro do gabinete dele. Aí pergunta: 'Está sabendo?'. Eu falo: 'Está sabendo de quê, pastor?'. 'Que estão querendo me matar", sobre suposta conversa que teve com Carmo.

Dia 9.nov.2022 7. Luana Pimenta, nora de Flordelis

"Ele e Flordelis tinham muitos segredos e faziam coisas dentro da casa que não condiz com o Envangelho", relatou sobre a imagem que a pastora passava à sociedade.

8. Dayane Freire, filha afetiva

"Ela me respondeu que já tinha contado e que ouviu como resposta: 'Se a mulher está ciente que o marido procura outra, não é pecado'", disse Dayane sobre a reação de Flordelis ao saber de suposto abuso praticado por Carmo.

9. Daniel dos Santos de Souza, filho

"Teve um intervalo entre os tiros. Quando eu entrei na casa, ouvi minha mãe lá em cima gritando que mataram o marido dela. Ela estava no corredor do terceiro andar", relatou sobre a noite do crime.

10. Raquel Silva, neta

"(O lema da família é) negar até a morte", declarou.

Dia 10.nov.2022 11. Roberta dos Santos, filha

"Foi ela, foi ela, foi ela, tenho certeza que foi ela, Flordelis", sobre a sua reação ao saber que Carmo havia sido morto.

12. Érica dos Santos Souza, filha

"Flordelis, a filha Simone [Rodrigues] e a neta Rayane [dos Santos] se comunicavam em código na casa, 'na língua do pê', para que os demais não entendessem o que diziam", afirmou.

13. Rebeca Vitória Rangel, neta

"Se alguém dissesse: 'Para mim, a Flordelis foi a mandante do crime', respondiam: 'Não, isso você não pode falar. Tem que falar a favor da Flordelis", sobre influência de outros membros da família.

14. Thayane Dias, filha

"Estava todo mundo dormindo. Ouvimos os gritos do quarto deles e soube que ele [Anderson] empurrou ela [Flordelis] da escada. Eu não vi. Só ouvi os gritos", afirmou sobre a noite do crime.

15. Diego Bagano, médico

"Eu cuidei dela [Simone] entre o período de 2016 a 2018, e ela teve resposta completa ao tratamento (...) Mas o ideal é que ela faça exames de seis em seis meses para acompanhamento, por conta do risco do melanoma reaparecer", a respeito de tratamento médico que a ré Simone Rodrigues necessita.

16. Siro Darlan, desembargador

"[As crianças] nunca foram reclamadas pelas famílias biológicas, então estavam abandonadas. Melhor acolher nessa família do que abandonadas na rua", ao explicar porque legalizou a situação de cerca de 30 crianças que estavam com Flordelis, na década de 1990.

17. Sami Abner, perito

"Muitos tiros entraram e saíram, fizeram 33 lesões. Mas foram nove disparos", afirmou sobre os ferimentos no corpo de Carmo.

Dia 11.nov.2022 18. Sidnei Filho, psicólogo forense

"A consequência da violência para os filhos pode ser imediata ou atrasada: demora anos para a gente perceber comportamentos violentos na criança", disse sobre reflexos de abusos em crianças.

19. Hewsy Lobo Ribeiro, psiquiatra forense

"Ela relatou que ficou sem sofrer agressões por um período, mas ele [Carmo] voltou a agredi-la, principalmente durante o sexo, com prática de sufocamento", afirmou a respeito de relatos de Flordelis.

20. Érika Santos, filha

"Eu acordei com a Kelly falando: 'sai, sai. Sai daqui, Niel'. Eles não perceberam que eu estava acordada. Ele [Carmo] estava passando a mão nela, passando a mão na bunda dela. Ela falou: você não pode fazer isso, você é meu pai. Ele disse: tem nada a ver. Não tenho filho barbado'", contou sobre suposto abuso que presenciou.e,

21. Marcos Silva de Lima, ex-namorado de Simone Rodrigues

" Presenciei ligações insistentes dele [Carmo] e achei estranho. Perguntei para ela o motivo disso. Ela então se abriu e disse que o padrasto tinha isso com ela, essa perseguição", afirmou.

22. Lorrane dos Santos Oliveira, filha dos réus André Luiz e Simone Rodrigues

"Toda vez que ele [Carmo] entrava na piscina, todo mundo saia correndo. Ele brincava de afogar as meninas e aproveitava para desamarrar o biquíni na parte de baixo e de cima", relatou.

23. Rafaela dos Santos Oliveira, neta de Flordelis

" Achava que era minha mãe me fazendo carinho, mas a mão foi subindo nas pernas, abri os olhos e vi que era o pastor. Ele introduziu o dedo no meio das minhas pernas", disse, sobre abuso que afirma ter sofrido de Carmo.