Veja o que daria para fazer com prêmio da Mega da Virada esquecido por ganhador

Extra
·2 minuto de leitura

O prêmio da tão sonhada Mega da Virada de 2020 saiu para dois sortudos: um de Aracaju (SE), que já sacou o dinheiro, e um de São Paulo (SP), que fez a aposta pelo canal digital da Caixa, mas ainda não apareceu. Se esse vencedor não comparecer até esta quarta-feira (31) para buscar o montante de mais de R$ 162,6 milhões, todo o valor será repassado ao Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).

Além de desperdiçar a chance de 1 em 50 milhões de levar a bolada para casa, o vencedor também vai perder a oportunidade de comprar:

Esse modelo de automóvel, avaliado em R$ 50 milhões, foi considerado em 2019 o carro mais caro do mundo. Nesse mesmo ano, o jogador de futebol Cristiano Ronaldo comprou uma unidade do carro, que tem motor W16 8.0, que rende 1.500 cavalos.

Com vista para a Baia de Guanabara e para o Pão de Açúcar, a cobertura com 3.900 m², considerada o maior apartamento da cidade, era avaliada por R$ 65 milhões. O imóvel foi construído na década de 1930, sob encomenda da tradicional família Guinle, com quatro andares, cinco quartos, piscina com vista para o mar, 12 vagas de garagem e, até mesmo, um elevador privativo.

O valor ao qual o vencedor de São Paulo tem direito a receber daria para comprar até 210 imóveis na Zona Norte do Rio de Janeiro, com valor de R$ 600 mil, à vista.

A marca Gucci, de origem italiana, ainda é soberana entre as fashionistas. Suas bolsas e cintos estão entre os itens de luxo mais procurados na internet.

O sortudo ainda tem a opção de comprar uma passagem só de ida para as Maldivas, no valor aproximado de R$ 10 mil, e se isolar no destino de lagoas azuis e extensos recifes em um resort all inclusive por mais de 25 anos.