Veja o que os candidatos à Presidência pensam sobre seis temas da educação

***ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 31.07.2015:  Fachada do prédio do Ministério da Educação. (Foto: Alan Marques/Folhapress)
***ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 31.07.2015: Fachada do prédio do Ministério da Educação. (Foto: Alan Marques/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Representantes dos candidatos à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB) contaram, durante sabatinas promovidas pelo jornal Folha de S.Paulo e pelo instituto Todos pela Educação, na última semana, o que as campanhas pensam sobre alguns temas dentro da área da educação.

Porta-voz do PT, o deputado federal por Minas Gerais Reginaldo Lopes defendeu um sistema nacional de ensino a distância, com acompanhamento de mentores e eventuais encontros presenciais, para ajudar na formação do corpo docente do país. Ele foi sabatinado na quinta (1º).

No mesmo dia, Ivo Gomes, prefeito de Sobral (CE) e representante da campanha de seu irmão, Ciro, disse querer maior autonomia dos estados nas tomadas de decisão. Para ele, os entes federativos devem ter mais poder sobre a destinação de verbas, atendendo necessidades específicas de suas regiões.

Na quarta (31), o entrevistado foi Rossieli Soares, ministro da Educação na gestão Michel Temer (MDB) e secretário da mesma pasta na a gestão de João Doria (PSDB) no estado de São Paulo, representando da campanha de Tebet.

Ele defendeu bonificação financeira a alunos que completarem o ensino médio para mitigar a evasão escolar.

As conversas foram mediadas por Paulo Saldaña, repórter da Folha especializado em educação, e Priscila Cruz, presidente-executiva do Todos.

A Folha de S.Paulo convidou a campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL), que optou por não enviar representante.

As sabatinas, que duraram cerca de 45 minutos, podem ser assistidas em folha.com/sabatinaseducacao ou no canal da Folha de S.Paulo no YouTube.

*

IMPACTOS DA PANDEMIA

Reginaldo Lopes, representante de Lula: Defende plano emergencial de reforço escolar, concomitantemente à grade regular, em especial para crianças de até oito anos

Ivo Gomes, representante de Ciro: Quer foco especial na fase de alfabetização das crianças, ponto mais afetado na pandemia, com avaliações mensais de evolução

Rossieli Soares, representante de Tebet: Defende coordenação nacional para auxiliar especialmente municípios pequenos; recuperar aprendizagem e saúde mental de alunos e profissionais da educação

FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Reginaldo Lopes, representante de Lula: Quer sistema nacional de formação continuada a distância, mas com eventuais encontros presenciais com um mentor

Ivo Gomes, representante de Ciro: Defende mudanças na formação inicial na universidade; estados e municípios precisam atuar na formação continuada

Rossieli Soares, representante de Tebet: É contra cursos de formação 100% a distância; também cogita oferecer bolsas a alunos com notas boas no Enem e que queiram ir para o magistério

FINANCIAMENTO

Reginaldo Lopes, representante de Lula: Ideia é que porcentagem do PIB destinada à educação seja de 10%; também quer a reposição do orçamento discricionário (não obrigatório) do MEC

Ivo Gomes, representante de Ciro: Gastar melhor o que já é repassado à pasta, mas também buscar mais dinheiro, que poderia vir do montante hoje destinado ao chamado orçamento secreto

Rossieli Soares, representante de Tebet: Diz que MEC brigará por mais dinheiro para a pasta e melhor executará os valores, com foco em primeira infância e adolescência

NOVO ENSINO MÉDIO

Reginaldo Lopes, representante de Lula: Quer todo o ensino médio integral; itinerários do Novo Ensino Médio poderiam ser ofertados em parceria com universidades e empresas

Ivo Gomes, representante de Ciro: Diz que estados ainda precisam de apoio para implementação e que regionalidades podem ser exploradas no ensino técnico

Rossieli Soares, representante de Tebet: Defende valorização da educação técnica, um dos pontos do Novo Ensino Médio, hoje, 12% dos jovens a escolhem; 'sonho' seria 50%

DESIGUALDADE E RACISMO NA ESCOLA

Reginaldo Lopes, representante de Lula: Priorizar educação antirracista, com história da África e dos povos indígenas nos currículos; políticas

públicas devem priorizar marginalizados

Ivo Gomes, representante de Ciro: Defende políticas de reversão de desigualdades para que escolas de regiões e sob contextos diferentes tenham o mesmo desempenho

Rossieli Soares, representante de Tebet: Quer repassar mais recursos para as escolas que mais precisam, onde estão pobres e pretos; defende educação antirracista

EVASÃO ESCOLAR

Reginaldo Lopes, representante de Lula: Quer busca ativa por quem deixou escola na pandemia e mapeamento de necessidades de alunos, famílias e professores

Ivo Gomes, representante de Ciro: Afirma que educação precisa ser atrativa e levar em consideração características distintas das regiões para manter alunos nas escolas

Rossieli Soares, representante de Tebet: Dará bonificação em dinheiro a aluno que terminar o ensino médio para desestimular a evasão; programa se chamaria Poupança Mais Educação