Veja quanto passa a ser o salário do presidente, vice, ministros e governadores

Salários de presidente e vice foram reajustados no final de 2022 - Foto: AP Photo/Eraldo Peres
Salários de presidente e vice foram reajustados no final de 2022 - Foto: AP Photo/Eraldo Peres

O presidente e o vice-presidente da República tomam posse neste domingo (1°) com novo salário. O Congresso Nacional promulgou na última segunda-feira (26), o texto que também concede reajuste a ministros, deputados e senadores.

A partir de hoje, os cargos a serem ocupados por Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Geraldo Alckmin (PSB), passam a contar com salário de R$ 39.293,32. Antes da nova lei, esse valor era de R$ 33.763.

A seguir, você confere o levantamento feito pela CNN Brasil com aumento de salários para ministros, presidente, vice e parlamentares. O Congresso determinou reajustes gradativos até 2025.

  • A partir de 1º de janeiro de 2023: reajuste de R$ 33.763 para R$ 39.293,32;

  • A partir de 1º de abril de 2023: reajuste para R$ 41.650,92;

  • A partir de 1º de fevereiro de 2024: reajuste para R$ 44.008,52;

  • A partir de 1º de fevereiro de 2025: reajuste para R$ 46.366,19.

A CNN também realizou levantamento em que mostra que o salário dos deputados e senadores brasileiros será 15,2 vezes maior do que a renda média de um trabalhador do país. A nova remuneração entra em vigor a partir de abril.

De acordo com dados do Ipea, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD contínua), do IBGE, a população brasileira tem salário médio de R$ 2.737.

No caso dos governadores, a faixa salarial pode variar em cada estado da federação. À exemplo de São Paulo, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) passará a receber R$ 34.572,89.

Também houve aumento para 2023, nos cargos de governador, vice-governador e secretários estaduais. A remuneração sofreu alteração após a Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo aprovar projeto em sessão extraordinária. Antes da alteração, o chefe do Executivo recebia R$ 23.048,59.

Segundo a CCN, o Rio de Janeiro não teve o mesmo caminho que São Paulo, já que o governador reeleito, Claudio Castro (PL), não conseguiu o reajuste de 62% no salário a partir deste ano. O projeto foi retirado da pauta da Assembleia Legislativa em dezembro, na última sessão em 2022.

O projeto que não passou na Casa previa 57,8% de reposição da inflação e 4,32% de ganho real, o que poderia aumentar o salário de Castro de R$ 21.868,14 para R$ 35.462,22.

A CNN também realizou levantamento do salário do Executivo dos demais estados do país em 2023 e você pode conferir abaixo.

  • Bahia: R$ 35.462,22;

  • Rio Grande do Sul: R$ 35.462,22;

  • Paraná: R$ 33.763,00;

  • Piauí: R$ 29.469,99;

  • Espirito Santo: R$ 29.496,99;

  • Acre: R$ 35.462,22;

  • Paraíba: R$ 31.173,06;

  • Pernambuco: R$ 22.000,00;

  • Roraima: R$ 34.299,00;

  • Minas Gerais: R$ 10.500,00;

  • Mato Grosso do Sul: R$ 35.462,27;

  • Amazonas: R$ 34.070,00;

  • Goiás: R$ 27.597,83;

  • Tocantins: R$ 28.000,00.