Veja quem são as vítimas do incêndio do CT do Flamengo

LUÍS ANDRÉ ROSA E LUIZ COSENZO
1 / 1
Veja quem são as vítimas do incêndio do CT do Flamengo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dez atletas do Flamengo morreram na sexta-feira (8) em incêndio no alojamento do Ninho do Urubu, centro de treinamento do clube.

O incêndio atingiu a ala mais velha do local na madrugada. O Corpo de Bombeiros foi acionado para conter o incêndio às 5h17. As chamas foram controladas às 6h.

Dos dez mortos, três nasceram no Rio de Janeiro. Os outros sete vieram de outros estados, como Sergipe, Santa Catarina, Minas Gerais e São Paulo. As vítimas tinham entre 14 e 16 anos. No momento do incêndio, elas dormiam em contêineres onde ficam hospedada a base do clube rubro-negro.

O Flamengo confirmou que quatro dos dez corpos já foram identificados no Instituto Médico Legal (IML): Arthur Vinicius, Pablo Henrique, Victor Isaías e Bernardo Pisetta.

O primeiro a ser reconhecido foi Pablo Henrique, de 14 anos. O corpo do jovem já foi transportado do IML e espera em uma funerária o traslado para a cidade de Oliveira (MG), onde será enterrado.

Zagueiro foi levado ao Flamengo por primo vascaíno

Nome: Pablo Henrique da Silva Matos

Nascimento: 1/11/2004

Idade: 14 anos

Local de nascimento: Oliveira (MG)

Primo do zagueiro Werley, 30, do Vasco, o também defensor Pablo Henrique da Silva Matos, 14, estava no Flamengo desde setembro de 2018, quando foi aprovado após passar por um período de avaliação. Ele foi levado pelo próprio Werley para ser avaliado.

Pablo foi revelado pelo Dom Bosco, escolinha de futebol de da cidade mineira de Oliveira, cerca de 180 quilômetros de Belo Horizonte.

Em 2017, vestiu a camisa do Atlético-MG por quatro meses, mas foi dispensado no final da temporada.

"Ele tinha um excelente condicionamento físico e era bom tecnicamente", disse Luiz Henrique de Freitas Martins, coordenador da escolinha do Dom Bosco.

Martins contou que Pablo ficou dois meses de férias entre dezembro e janeiro em Oliveira e retornou ao Rio de Janeiro na última segunda-feira (4).

"Pais, familiares, todo mundo está arrasado. A cidade [48 mil habitantes] está chocada".

Jogador festejaria 15 anos neste sábado com familiares

Arthur Vinicius de Barros Silva Freitas

Data de nascimento: 9/2/2004  - 14 anos

Local de nascimento: Volta Redonda (RJ)

O zagueiro Arthur Vinicius havia conseguido carona com amigos para, nesta sexta-feira, retornar à sua cidade natal, Volta Redonda (RJ). Lá, o garoto faria a comemoração com familiares e amigos o seu aniversário de 15 anos.

Ele chegou ao Flamengo em 2015 em uma parceria entre o Volta Redonda e o Flamengo. Apesar de viver no Ninho do Urubu, o defensor costumava voltar para sua casa nos períodos de folga.  Ele morava no interior fluminense com a mãe e uma tia.

O jovem era sobrinho de Andinho, ex-jogador do Volta Redonda. No final de 2018, Arthur Vinicius foi convocado para integrar a seleção brasileira sub-15.

Em nota, o Volta Redonda Futebol Clube lamentou a tragédia.

"A diretoria do Volta Redonda Futebol Clube decreta luto oficial de três dias e presta os seus sentimentos aos familiares e amigos das vítimas da tragédia e deseja muita força ao Flamengo. A família 'Voltaço' está com vocês!", encerrou a nota.

Catarinense, goleiro tinha vítima de voo da Chape como ídolo

Nome: Bernardo Pisetta

Idade 14 anos

Local de nascimento: Indaial (SC)

O catarinense Bernardo Pisetta, 14 anos, sonhava seguir os passos do ex-goleiro Danilo, que foi o herói que levou a Chapecoense à final da Copa Sul-Americana, em 2016. O jogador foi uma das 71 vítimas do voo da Chapecoense, que terminou em tragédia na Colômbia.

Natural de Indaial, Pisetta passou as férias na sua cidade e treinou no Esporte Clube Santa Esmeralda. Ele retornou para o Rio de Janeiro no último final de semana.

O goleiro passou pelo clube Guarani de Brusque. Em 2016, ele atuou no sub-13. Durante esse período, duas vezes por semana o jogador e o pai viajavam de Indaial até Brusque para os treinos.

O adolescente permaneceu no clube até o fim de 2016. Em 2017 foi transferido para o Athletico Paranaense, na base Sub-13/14 de futebol de campo. Antes da viagem, visitou o clube Guarani.

No Facebook, em publicação de 2017, Pisetta homenageia o pai citando a cidade: "Nunca vou esquecer do tempo que você me levava para Brusque à noite e para os jogos, em dias de chuva, frio, de madrugada, nos finais de semana".

Walbert Santana, técnico que treinou Bernardo, contou à Rádio Cultura de Indaial que o goleiro, flamenguista, realizou um sonho ao chegar ao clube do coração.

"Era um garoto com um potencial incrível, fora de campo era muito bom de lidar, muito humilde, que se dava muito bem com todo mundo. Até na hora da bronca ele sempre recebeu muito bem. Não é à toa que estava num clube como o Flamengo", elogiou. Bernardo completaria 15 anos de idade em junho.

Agenciado por ídolo do Fla, Vitinho estava há seis meses no Ninho do Urubu

Nome: Vitor Isaías

Idade: 15 anos

Local de nascimento: Florianópolis (SC)

Agenciado pelo ex-atacante Sávio, ídolo revelado pelo Flamengo na década de 1990, o atacante Vitor Isaías, o Vitinho, estava na equipe carioca desde agosto.

Ele chegou ao time rubro-negro com fama de artilheiro após se destacar no sub-11 do Figueirense e no sub-13 do Athletico. Pelo Figueirense, o atacante foi artilheiro e campeão da Copa Catarinense Sub-11. No Athletico, o jogador foi artilheiro da ES-CUP, disputada em 2017.

Ele era agenciado por Sávio há dois anos. O jovem chamou a atenção do ex-jogador por ser um atacante veloz e com boa finalização.

Quando chegou ao Flamengo, o atacante publicou uma foto em sua conta no Instagram com a seguinte legenda: "A vida é um eterno aprendizado e sigo o caminho que Deus me conduz ...Foco, Força e Fé"

Goleiro foi herói de título estadual e estava na seleção

Nome: Christian Esmerio Candido (Corpo ainda não reconhecido)

Data de nascimento: 5/3/2003

Idade: 15 anos

Local de nascimento: Rio de Janeiro (RJ)

O goleiro Christian Esmerio Candido, 15, tinha passagens pelas categorias de base da seleção brasileira. Ele fez parte da última lista de convocados do técnico Dudu Patetuci em novembro e participou do período de treinos na Granja Comary, que ocorreu entre os dias 9 e 14 de dezembro.

A etapa de treinos serviu de preparação para o quadrangular que a seleção brasileira sub-16 disputará juntamente com Espanha, Inglaterra e França.

Christian postou diversas fotos em sua conta no Instagram dos treinos na seleção brasileira. Uma delas, com o treinador Tite.

Em novembro, o goleiro foi um dos heróis do título do Estadual do Rio conquistado pela equipe sub-15 do Flamengo diante do Fluminense. Ele defendeu um pênalti durante as cobranças que asseguram a conquista ao clube na vitória por 4 a 3.

Sete meses antes, Christian já havia sido o destaque do clube no título da Nike Premier Cup, torneio que reúne as principais equipes do futebol brasileiro. Na decisão contra o São Paulo, ele defendeu duas cobranças no triunfo por 3 a 2.

"Eu tinha uma fama de não pegar pênaltis, mas essa fase acabou", disse ele logo após a partida.

No Facebook, demonstrava que era muito apegado à mãe e à família. Ele publicou um vídeo após um jogo desejando pronta recuperação para a sua avó, que estava internada.

Em outra publicação, deixou a seguinte frase. "Meu lema é nunca desistir, erguer depois de cair, sorrir depois de falhar e voltar a tentar até que dê certo!".

Três gols em torneio do Zico levaram Athila para o Flamengo

Athila Souza Paixão (Corpo ainda não reconhecido)

Idade: 14 anos

Local de nascimento: Lagarto (SE)

Natural do Povoado Brasília, em Lagarto (SE), o atacante Athila Souza Paixão, 14 anos, foi revelado pela escolinha Geração do Futuro, a mesma por onde passou o jogador e conterrâneo dele, Diego Costa, que atualmente defende o Atlético de Madrid.

A informação da morte foi confirmada por José Vieira Júnior, supervisor da escolinha, à afiliada da TV Globo em Sergipe. Ele contou que Áthila estava passando as férias no povoado até o último final de semana, mas voltou ao Rio de Janeiro no último domingo.

Em abril de 2018, Athila Paixão foi aprovado no Flamengo após ter se destacar na Copa Zico, em Sergipe, ao marcar três gols. Ele foi avaliado durante dez dias no Ninho do Urubu e aprovado.

Em entrevista à afiliada da TV Globo em Lagarto, Damião Santos Paixão, pai do atleta, contou que o filho estava muito feliz por ter sido avisado que iria treinar pela primeira vez nesta sexta-feira no Maracanã.

"Não caiu a ficha. Quando eu me despedi dele [no aeroporto, em Aracaju], ainda falei que se ele quisesse ficar não tinha problema, mas ele me respondeu que era o sonho. Era tudo que ele queria", relatou.

Medo de violência fez lateral morar no centro de treinamento

Nome: Samuel Thomas Rosa  (Corpo ainda não reconhecido)

Idade - 15 anos

Local de nascimento: São João do Meriti (RJ)

Para não chegar muito tarde à Baixada Fluminense e evitar a violência da cidade de São João do Meriti, no Morro do Conceito, o lateral direito Samuel Thomas Rosa aceitou a ideia do Flamengo e morava no Ninho do Urubu.

Em entrevista à rádio BandNews FM, o técnico dos garotos, Mário Jorge, contou que era mais próximo de Samuel Thomas por conhecê-lo desde o sub-13. Segundo o profissional, o jogador era muito responsável e amadureceu rapidamente.

"O Samuel tem uma história de vida bem difícil, morador da Baixada Fluminense, de uma área bem perigosa, por isso a gente fez a escolha de levá-lo para o clube. Ele já estava indo para o sub-16, para uma categoria onde poderia assinar um contato profissional", afirmou.

Rykelmo, jovem tinha nome em homenagem a jogador argentino

Nome: Rykelmo de Souza Viana  (Corpo ainda não reconhecido)

Nascimento: 26/02/2002

Idade: 16 anos

Local de nascimento: Limeira (SP)

O meio-campista Rykelmo de Souza Viana, 16, foi batizado com o nome em homenagem ao ex-jogador argentino Juan Román Riquelme, tricampeão da Copa Libertadores com o Boca Juniors.

Natural de Limeira, o jovem nasceu em 2002 -dois anos após o Boca Juniors vencer o Palmeiras na decisão da principal competição sul-americana. Em 2001, o time argentino derrotou na decisão o Cruz Azul.

Ele estava no Flamengo desde 2017. O meio-campista é a única que estava na categoria sub-17. O jogador chegou ao clube após se destacar na Portuguesa Santista.

Apelidado de Messinho, atacante não tinha uma semana no Flamengo

Nome: Gedson Souza, Gedinho (Corpo ainda não reconhecido)

Nascimento: 27/03/2004

Idade: 14 anos

Local de nascimento: Itararé (SP)

Gedson Souza, o Gedinho, 14, chegou ao Flamengo no último sábado (2) para passar por um período de avaliação. Segundo pessoas próximas ao jovem, ele foi aprovado na última quarta-feira, quando o pai do atleta assinou a autorização para sua permanência no Ninho do Urubu.

Natural de Itararé (SP), o jovem havia sido liberado pelo Athletico no final da última temporada. Ele estava na equipe paranaense desde o início do ano após se destacar no Trieste, time que representa o clube nos torneios de categorias de base.

No Athletico, ganhou o apelido de Messinho.

Antes de atuar nas duas equipes paranaenses, Gedinho foi revelado em um projeto social na cidade de Itararé.

"O Gedinho era muito competitivo, habilidoso. Neste início de ano, ele fez um trabalho físico comigo com o intuito de se preparar para o período de avaliação no Flamengo. A família está abalada e não acredita no que aconteceu", disse Murilo Meneguela, professor do projeto social em Itararé.

Lateral se destacou no futsal e chamou a atenção de olheiros

Nome: Jorge Eduardo (Corpo ainda não reconhecido)

Nascimento: 15 anos

Local de nascimento: Além da Paraíba (MG)

Jorge Eduardo, o Jorginho, que jogava como lateral esquerdo e volante, completaria 16 anos no próximo dia 14.

Natural de Além da Paraíba, cidade mineira localizada a cerca de 250 quilômetros de Belo Horizonte, o jovem chegou ao Rio de Janeiro aos 12 anos e morou na casa de amigos até completar a idade permitida para morar no Ninho do Urubu (14 anos).

Ele começou no futsal aos seis anos e chamou atenção de olheiros.

Em 2013, Jorginho foi treinar no Democrata Futebol Clube, onde atuou na posição de volante e conquistou o título de campeão na categoria sub-13. O jogador ainda conquistou dois campeonatos da ABS, sendo um em Matias Barbosa, no sub-11 e outro em 2015, em Coronel Pacheco, também na categoria sub-13.

Jorge Eduardo jogou também pelo Duas Barras Futebol Clube, onde conquistou os títulos de campeão e de vice-campeão. Desde 2016 treinava no Flamengo.