Veja quem tem direito a receber o auxílio-inclusão de R$ 550

·1 min de leitura
Pessoa tirando dinheiro de dentro da carteira
Benefício está sendo pago desde o começo de outubro

(Getty Images)

  • Auxílio-inclusão está sendo pago no valor de R$ 550;

  • Pessoas com deficiência que recebam o BPC e estejam voltando ao mercado de trabalho podem solicitar o benefício;

  • Também é necessário possuir CPF e cadastro no CadÚnico.

O auxílio-inclusão, destinado aos beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada) que estejam voltando ao mercado de trabalho, começou a ser pago no começo de outubro em depósitos de R$ 550.

Leia também:

Para receber o benefício, é necessário:

  • Possuir deficiência moderada ou grave

  • Ser beneficiário do BPC/Loas; OU

  • Ter recebido ao menos uma parcela do BPC nos últimos cinco anos ou ter tido o benefício suspenso

  • Não possuir restrições no CPF (Cadastro da Pessoa Física)

  • Possuir remuneração mensal de até dois salários mínimos (R$ 2,2 mil)

  • Estar enquadrado como segurado obrigatório do regime geral de previdência social ou como filiado ao regime próprio de previdência social da União, dos estados, do DF ou dos municípios

  • Possuir cadastro devidamente atualizado no Cadúnico.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o objetivo do programa é “estimular a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho”. Quem passar a receber o auxílio-inclusão deixará de receber o BPC, mas caso perca o emprego, voltará a integrar o programa e a receber o valor cheio de um salário mínimo (R$ 1.100).

Para solicitar o abono, basta entrar em contato com o INSS via site, aplicativo Meu INSS ou pelo telefone 135 (Central de Atendimento do INSS).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos