Velho do Rio confessa que quase devorou Maria Marruá em "Pantanal" de 1990

Velho do Rio em
Velho do Rio em "Pantanal" (Reprodução Globo)

Em uma cena surpreendente da versão original de "Pantanal", o Velho do Rio (na época interpretado por Cláudio Marzo) revelou para Juma (Cristiana Oliveira) que chegou a cogitar Maria Marruá para sanar a fome. A entidade explicou que estava quase desmaiando de fome quando viu Maria Marruá em meio ao rio.

"Eu vi ela se agachando em uma canoa, apertando a barriga, falando sozinha. Eu estava quase almoçando uma capivara, e larguei de mão quando a vi para comer ela. Daí ela se deitou dentro da canoa e você nasceu. Quando eu vi a cena, eu mudei de ideia e me encolhi no meu canto", contou ele, deixando Juma horrorizada.

Em ambas as versões da novela, o "Velho do Rio" se apresenta em duas formas: a entidade em forma humana, conhecida por Juma e Jove, e uma sucuri gigante, que atacou Tenório nas cenas recentes da versão de Bruno Luperi.

Velho do Rio x Jove

Nos capítulos recentes de "Pantanal", o Velho do Rio (Osmar Prado) decide desaparecer após ser desrespeitado por Jove (Jesuíta Barbosa), que o fotografou sem seu consentimento. A entidade, na verdade, é Joventino, avô de Jove e pai de José Leôncio (Marcos Palmeira), mas ninguém além dele e Juma sabem da identidade real do homem.

Durante anos, o Velho do Rio pairou pelas matas protegendo seus herdeiros e os verdadeiros defensores do bioma do Pantanal. A entidade não aparece para todo mundo, e já deixou claro que não quer ter sua identidade revelada.

Jove, entretanto, não respeitou o pedido e fotografou a entidade. Juma, protegida do Velho do Rio, tentou alertar o namorado sobre o desrespeito, mas Jove não aceitou e afirmou que seu pai merece saber a verdade. "Joga fora o retrato dele, agora", pede Juma. Quando Jove nega, o Velho do Rio invade a tapera e afirma que vai desaparecer para sempre. "Você perdeu a confiança dele, Joventino. O pai do seu pai não existe há muito tempo. O Velho é pai das sucuris. Que nem minha mãe é a mãe das onças", explica Juma, cuja mãe, Maria Marruá, se tornou onça após ser assassinada em uma disputa de terras.

Na novela original de 1990, a cena também existiu. No roteiro de Benedito Ruy Barbosa, Jove não ouve os conselhos de Juma e diz que José Leôncio tem direito de ver as fotos do Velho do Rio. "Eu vou mandar revelar quantas vezes for necessário, para que meu pai entenda que é meu avô esse velho. Ele merece", explica o personagem. "Você está traindo quem salvou sua vida", rebate Juma, na época interpretada por Cristiana Oliveira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos