Velório de Pelé: dupla fura fila, causa confusão e é retirada pela polícia

Multidão se aglomera na fila do velório de Pelé (AP Photo/Matias Delacroix)
Multidão se aglomera na fila do velório de Pelé (AP Photo/Matias Delacroix)
  • Velório de Pelé acontecia de forma pacífica até confusão ser registrada pela Polícia Militar

  • Agentes foram chamados após dupla furar a fila

  • Rapazes foram retirados do local, e a multidão foi acalmada pelos agentes

Após horas de pacificidade, uma primeira confusão foi registrada pela polícia na fila para o velório de Pelé em Santos, nesta segunda-feira (2).

De acordo com informações do portal g1, dois homens precisaram ser retirados do local por policiais militares por volta das 13h30, três horas e meia após a abertura dos portões da Vila Belmiro, onde o corpo é velado.

Os relatos de presentes deram conta de que a dupla retirou as grades que organizam a multidão, se juntaram a um grupo que estava no local e furaram a fila.

Imediatamente, dezenas de pessoas que esperavam pacificamente para participar da cerimônia perceberam o ocorrido e começaram a gritar: "Tira, tira".

A dupla, porém, se recusava a ir para o fim da fila, sob o argumento de que "somos daqui, vocês não".

A PM foi chamada ao local para resolver a confusão. Os agentes acalmaram a multidão e retiraram os dois rapazes.

Pelé está sendo velado na Vila Belmiro, em cerimônia aberta ao público que durará 24 horas e terminará somente às 10 horas de terça-feira (3). Depois, seu corpo vai ser sepultado no Memorial Necrópole Ecumênica. O evento é restrito a familiares e convidados.

A morte de Pelé

Pelé, morreu nesta quinta-feira (29). O ex-jogador de futebol estava internado em uma das unidades do hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o fim de novembro deste ano para avaliação da terapia quimioterápica do tumor de colón constatado em setembro de 2021 e acabou sendo diagnosticado com infecção respiratória.

Pelé foi diagnosticado com um tumor no cólon no dia 31 agosto de 2021 após ser internado para exames cardiovasculares e laboratoriais de rotina. Ele passou por uma cirurgia no dia 4 de setembro para retirar a lesão encontrada no cólon direito. No dia 17, dois dias após ir para o quarto, ele precisou voltar para a UTI após apresentar breve instabilidade respiratória e passou ao cuidado semi-intensivo na recuperação da operação abdominal.

Em janeiro de 2022, foram diagnosticados outros três tumores: no intestino, um no fígado e o início de um no pulmão. Em fevereiro, ele voltou aos hospital para mais sessões de quimioterapia.

ADEUS AO REI DO FUTEBOL: