Venda do roteiro de 'Parasita', de Bong Joon-ho, aumenta em mais de 20 vezes após Oscar

Louise Queiroga

O thriller psicológico sul-coreano "Parasita" fez história neste domingo na cerimônia do Oscar ao ganhar nas categorias de melhor roteiro original, melhor filme internacional, melhor diretor, e ainda - o grande prêmio da noite - melhor filme. A reação na Coreia foi imediata. As vendas do roteiro da obra de Bong Joon-ho, disponível em coreano, aumentaram em 23,3 vezes após saírem os resultados da premiação, de acordo com varejistas e livrarias locais.

De acordo com a empresa Aladdin, a procura por "Parasite Screenplay & Storybook Set" cresceu a partir da realização do evento no Dolby Theater, em Los Angeles. Foram cerca de 350 livros vendidos num período de seis horas. O volume de vendas diárias na última semana ficou em 15. A varejista informou ainda que 61,5% dos compradores são mulheres na faixa dos 30 anos.

 

O livro, escrito pelo premiado diretor Bong Joon-ho, contém um storyboard composto por ele mesmo, além de uma entrevista aprofundada sobre o processo criativo dele, abordando o mundo do cinema. Segundo o portal de notícias "fnnews", a obra também mostra uma cena excluída do filme.

A livraria Kyobo foi outra que anunciou ter observado expremisso aumento na venda do storyboard. A média diária estava em 10 livros, mas após o Oscar foram vendidos 50 volumes em pouco tempo. Também foram registrados 350 compradores até o último balanço divulgado.