Vendas do Dia de Ação de Graças superam inflação e atingem recorde de US$5,3 bi

BENGALURU, Índia (Reuters) - Os consumidores dos Estados Unidos gastaram quase 3% a mais online no Dia de Ação de Graças deste ano, mostrou um relatório. O dia marca a abertura da temporada de compras de fim de ano no país e o crescimento nas vendas aliviou preocupações de investidores sobre o peso da inflação no bolso dos consumidores.

A Adobe Analytics disse nesta sexta-feira que as vendas do Dia de Ação de Graças atingiram um recorde de 5,29 bilhões de dólares, apesar de preocupações com inflação e extensão do período promocional que começou em outubro.

Os compradores resistiram à pressão sobre seus orçamentos domésticos e continuaram a gastar muito nas festas de fim de ano nos EUA, atraídos por grandes descontos em geral, de brinquedos a aparelhos eletrônicos.

Produtos como carrinhos de bebê, alto-falantes e churrasqueiras sumiram das prateleiras, segundo o relatório, com mais compras online sendo realizadas por meio de smartphones. As compras por dispositivos móveis geraram 55% das vendas online do Dia de Ação de Graças.

A Black Friday deve trazer 9 bilhões de dólares por meio de vendas online, um aumento modesto de 1% em relação ao ano passado, com os compradores agora migrando para as lojas físicas após a pandemia.

A análise da Adobe Analytics mede as transações online do consumidor, abrangendo mais de 1 trilhão de visitas a sites de varejo nos EUA.

(Por Deborah Sophia)