Vendas pendentes de moradias nos EUA têm 5° recuo mensal seguido em março

Casa hipotecada é vista à venda em Santa Ana, Califórnia, 24 de maio de 2011. REUTERS/Lucy Nicholson

WASHINGTON (Reuters) - Os contratos para a compra de moradias usadas nos Estados Unidos caíram para o nível mais baixo em quase dois anos em março, com a disparada dos preços das casas e das taxas de hipoteca reduzindo a quantidade de compradores interessados.

A Associação Nacional de Corretores de Imóveis dos EUA disse nesta quarta-feira que seu Índice de Vendas Pendentes de Moradias, com base em contratos assinados, caiu 1,2% no mês passado, para leitura de 103,7.

Esse foi o quinto declínio mensal consecutivo e levou os contratos ao nível mais baixo desde maio de 2020.

Economistas consultados pela Reuters previam que os contratos, que se tornam vendas após um ou dois meses, recuariam 1,6% no período. As vendas pendentes de moradias caíram 8,2% em março sobre um ano antes.

(Por Lucia Mutikani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos