Venezuela diz que oito soldados do país foram capturados em combate com grupos colombianos

·1 minuto de leitura

CARACAS (Reuters) - Oito soldados venezuelanos foram capturados durante combate com "grupos armados colombianos irregulares", no Estado de Apure, que faz fronteira com a Colômbia, afirmou o ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino.

Padrino não especificou quando ou onde os soldados foram capturados, mas disse que as forças armadas haviam recebido provas de que eles estavam vivos no dia 9 de maio.

Uma organização não-governamental da Venezuela, a Fundaredes, reportou as detenções no início da semana, mas as autoridades venezuelanas não haviam comentado o incidente anteriormente.

"Estabelecemos os contatos necessários para a pronta liberação deles, e o ministro de Relações Exteriores da República está coordenando com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha para agir como um mediador da libertação de nossos irmãos em armas", disse Padrino, que leu uma nota no canal estatal de televisão.

Pelo menos uma dezena de soldados venezuelanos foram mortos desde março em batalhas em Apure contra grupos armados colombianos, os quais não são identificados pelo governo.

A ong Fundaredes disse que os militares foram capturados por rebeldes da décima frente das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), citando um suposto comunicado do grupo.

(Reportagem de Deisy Buitrago)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos