Venezuela recebe segundo lote de 2,5 milhões de doses de vacinas via Covax

·1 minuto de leitura

CARACAS (Reuters) - A Venezuela recebeu neste domingo um segundo lote de 2,5 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 por meio do consórcio global de acesso a imunizantes Covax Facility, enquanto o governo disse que espera alcançar a imunidade para 70% dos venezuelanos até o final do mês.

Representantes da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e do Unicef, além do governo venezuelano, estiveram presentes no aeroporto internacional de Maiquetia, nos arredores de Caracas, para receber as vacinas.

Além das doses fornecidas pelo Covax, o ministro da Saúde, Carlos Alvarado, disse que a Venezuela também pode contar com doses da vacina russa Sputnik V, da vacina chinesa Sinopharm e da vacina cubana Abdala para inocular sua população.

A Venezuela agora tem mais de 29 milhões de doses de vacinas, disse Alvarado, acrescentando que o número cobriria a vacinação de 70% da população até o final de outubro.

Metade da população da Venezuela foi vacinada, de acordo com o governo, embora acadêmicos e especialistas digam que é mais provável que esteja próxima a 21%.

(Reportagem de Vivian Sequera)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos