Verão do Rio tem novas opções de lazer e modinha das fitas coloridas

·3 min de leitura

Piscinão, amor. E pode escolher: de um lado, o bom e velho (aliás, super enxuto) Piscinão de Ramos, que acaba de completar 20 anos em ótima forma. Do outro, a piscina com dimensões de respeito do Parque Radical, em Deodoro, que reabriu anteontem e já está com ares de point do verão. Por lá, a água é cristalina e tem lugar para vários tribos: a do pedal, a do carrinho de rolimã, a das dancinhas do TikTok... O verão chega oficialmente amanhã, cheio de novidades!

A trilha sonora ontem em Deorodo era de charme, pilotada pelo DJ Luiz Barros, contratado pela prefeitura para dar suingue ao domingo. O estudante Cláudio de Jesus, de 18 anos, dançava com oito amigos na beira da água. São a “Tropa do Cimi”, de Ricardo de Albuquerque, que contam com orgulho que a piscina é o quintal da casa deles. Chegam em dez minutos a pé.

— Foi bom reabrirem a piscina, para ajudar a ventilar a cabeça. Na pandemia, ficamos presos em casa com calor. Vamos voltar sempre, ainda mais que estamos de férias. Lá em Ricardo de Albuquerque pagávamos R$ 10 por cinco horas de piscina, aqui é grátis.

Por enquanto, a piscina do Parque Radical está funcionando das 8h às 16h, apenas aos sábados e domingos, com acesso limitado a mil pessoas por dia, mediante apresentação do comprovante de vacinação. Ficará fechada no fim do ano e retornará no dia 8 de janeiro. É permitido levar comida e bebidas, desde que em embalagens de plástico e não alcoólicas. Ontem, a pedagoga Adrielle Chuffe, moradora de Nilópolis, elogiava a organização e a segurança do local (há guardas municipais e salva-vidas por toda parte) enquanto lanchava com o marido, o filho de 8 anos e um amigo da criança. Eles tinham ido andar de carrinho de rolimã no parque.

— É um espaço ao ar livre, cercado por natureza, um refúgio do dia a dia, ótima opção de diversão gratuita. Com o verão chegando e as crianças de férias, vai ser o melhor lugar para gastarem energia.

O ciclista André Luiz Negromonte, que costuma pedalar com amigos aos fins de semana na Área de Proteção ao Ciclismo de Competição (APCC) do Parque Radical desde junho, quando ela foi inaugurada, contava que a pedalada de ontem foi mais entusiasmada, por saberem que teriam um banho de piscina de brinde na chegada:

— É um lugar bom de pedalar. É seguro, tem pistas largas e estrutura, como banheiro e bebedouros. Podendo entrar na piscina, virou o paraíso. Chegamos cansados e dar o mergulho é revigorante.

No Piscinão de Ramos, o charme dá lugar a samba, pagode, pisadinha e forró. Por lá, o clima é de pé na areia, caipirinha, água de coco e cervejinha. Outra garantia de diversão gratuita. E de bronze de-fi-ni-do, com a assinatura da Lora do Bronze, Joelma da Silva, que cobra R$ 20 pelo sutiã e R$ 20 pela calcinha de fita isolante em sua barraca.

A grande novidade deste verão são as fitas estampadas e coloridas. A gestora cultural Pâmela Carvalho ostentava, diva, seu sutiã de zebrinha:

— O bom é que agora dá para combinar com a parte de baixo do biquíni.

No Parque Madureira, que passou a se chamar Parque Mestre Monarco, em homenagem ao presidente de honra da Portela morto no dia 11, as cascatas ligadas também prometem fazer a alegria da criançada e ajudar a dar um refresco no verão. Segundo o Alerta Rio, a temperatura vai chegar a 33 graus amanhã, primeiro dia da estação mais quente do ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos