Barrado por 'passaporte' no Cristo Redentor, vereador bolsonarista se vacina contra Covid-19

·1 min de leitura
Vereador de BH Nikolas Ferreira (Foto: Reprodução/ Youtube)
Vereador de BH Nikolas Ferreira (Foto: Reprodução/ Youtube)
  • Vereador de BH barrado no Cristo Redentor disse que se vacinou

  • Sua entrada no ponto turístico foi proibida por não apresentar o passaporte de vacinação

  • Caso ganhou repercussão nacional

O vereador de Belo Horizonte Nikolas Ferreira (PRTB), apoiador do presidente Jair Bolsonaro, disse que se vacinou contra a covid-19 "por imposição".

O parlamentar ficou conhecido depois de ter sido barrado no Cristo Redentor, famoso ponto turístico do Rio de Janeiro, por não ter se imunizado contra o coronavírus.

Nikolas Ferreira disse que decidiu tomar a vacina porque precisa viajar para a Europa à trabalho. Ele, porém, não deu detalhes de qual será o compromisso.

“Eu vou tomar porque está sendo imposto. Inclusive, a primeira dose eu já tomei, senão não ia dar tempo do meu compromisso”, afirmou durante a gravação de um podcast.

Diversos locais, em diferentes Estados, têm solicitado dos visitantes o chamado passaporte de vacinação para que possam ter o acesso liberado. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos