Vereador bolsonarista é barrado no Cristo Redentor por não comprovar vacinação

·2 minuto de leitura
O vereador Nikolas Ferreira (PRTB-MG)
O vereador Nikolas Ferreira (PRTB-MG)
  • O vereador Nikolas Ferreira (PRTB-MG) tentou ir ao Cristo Redentor sem levar comprovante de vacinação para Covid-19

  • O parlamentar mineiro foi barrado por tentar desrespeitar a lei do Rio de Janeiro

  • Nikolas é apoiador de Jair Bolsonaro e já espalhou mentiras sobre eficácia de máscaras

O vereador Nikolas Ferreira (PRTB-MG), apoiador ferrenho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), tentou desrespeitar a lei do Rio de Janeiro ao visitar o Cristo Redentor sem apresentar o comprovante de vacinação para a Covid-19.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Nikolas registrou o momento em que foi barrado na entrada do monumento. "Tá de sacanagem. Tá falando sério? A pessoa que não tem, já era, acabou, não pode entrar?", questionou. "Volta para casa", respondeu a atendente. "E todo mundo aceita isso de boa?", perguntou novamente o vereador. "É o decreto do estado", finalizou a funcionária.

Leia também:

Nikolas também publicou vídeos nos quais mostra um cartaz com o comunicado sobre a exigência de comprovante de vacinação. Ele relatou que chegou a conversar com uma mulher para saber se poderia apresentar um teste PCR negativo para entrar no monumento, mas soube que apenas a imunização com vacina liberaria o ingresso.

"Ou seja, eu comprovo que não estou com o vírus mas eu não posso entrar. Aí você acha que isso aqui diz respeito à proteção? Não, isso aqui diz respeito a controle", reclamou o vereador quando já se retirava da entrada do Cristo.

O perfil do Corcovado no Twitter reiterou que não pode liberar nenhum visitante ao Cristo Redentor sem o "passaporte da vacina".

Conhecido por criticar medidas para reduzir o impacto da pandemia, Nikolas viralizou na internet em dezembro de 2020, quando mentiu que o uso de máscara não era eficaz para evitar a disseminação do novo coronavírus.

"Se a máscara funciona, por que o distanciamento? E se o distanciamento funciona, por que a máscara? E se os dois funcionam, por que a quarentena? E se a quarentena funciona por que estamos caminhando para outra?", disse na ocasião.

O secretário de Saúde do Rio, Daniel Soranz, comentou os vídeos de Nikolas. No Twitter, ele afirmou que o vereador mineiro "pode se vacinar em qualquer uma das 280 unidades de saúde hoje até as 17h, é só chegar, e para primeira dose não precisa morar no Rio".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos