Vereador conta ter sofrido racismo na Faria Lima

Vereador Abidan Henrique (PSB-SP) (Foto: Reprodução/Redes sociais)
Vereador Abidan Henrique (PSB-SP) (Foto: Reprodução/Redes sociais)

O vereador e candidato a deputado estadual Abidan Henrique (PSB-SP) disse ter sido vítima de racismo na quinta-feira (15).

Nas redes sociais, ele contou que foi palestrar em um evento no prédio F.L Corporate, na Avenida Faria Lima, na capital paulista. Lá, foi obrigado a usar a porta dos fundos e fazer um trajeto diferente do das pessoas brancas que estavam com ele.

No Twitter, o vereador declarou: “É isso que o racismo faz, cercea nossa autoestima e diz que esse não é o nosso lugar. Chega!”

Ao portal UOL, Abidan afirmou que houve discriminação tanto na entrada quando na saída do prédio.

"Na saída, queríamos chegar no estacionamento, mas fomos 'trancados' em um corredor. Me senti aterrorizado, não tem outra palavra. Eu senti realmente medo. É muito simbólico o fato ter acontecido na Faria Lima”, falou.

Ele disse ainda que tomará medidas judiciais contra a empresa. “É inadmissível, ainda hoje, uma empresa ter uma política de segurança racista!”

Também nas redes sociais, Márcio França, candidato ao Senado por São Paulo, do mesmo partido de Abidan, classificou o episódio como “criminoso e lamentável”.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)