Vereador divulga endereço de colega durante sessão: "Vão na casa dela fazer cabaninha"

Bruna Biondi, vereadora de São Caetano do Sul, protocolou uma notícia-crime contra o também vereador Gilberto Costa (Reprodução/TV Câmara Municipal de São Caetado no Sul)
Bruna Biondi, vereadora de São Caetano do Sul, protocolou uma notícia-crime contra o também vereador Gilberto Costa (Reprodução/TV Câmara Municipal de São Caetado no Sul)

Resumo da notícia

  • Vereador divulgou endereço de colega durante sessão na Câmara de São Caetano do Sul

  • Bruna Biondi elprotocolou notícia-crime na Polícia Civil contra Gilberto Costa

  • Vídeo da sessão nas redes teve de ser editado para remover os dados privados

O vereador Gilberto Costa (Avante) divulgou um endereço onde residem familiares uma colega durante sessão da Câmara Municipal de São Caetano do Sul. Na fala feita na tribuna do plenário, Costa incitou que pessoas com fome acampassem no local.

A fala de Costa aconteceu após discussão com a vereadora Bruna Biondi (PSOL). A discussão entre Costa e Bruna se deu por um debate entre a diferenciação de furtos famélicos, quando as pessoas estão passando fome, ou outros tipos de roubo.

“Não existe pequeno ou grande roubo. Existe roubo, e tem que ser punido. Quem não quer ser punido, que não cometa, que não faça. No Brasil, em especial a gente pode trazer isso para São Paulo, ou para os grandes estados, ou para as grandes capitais, passa fome quem quer. Passa fome quem quer, seja com trabalho ou pedindo. Aqui em São Paulo, o pedinte ele estraga comida. Sobra comida do que ele pede. E isso é visto por todo mundo. Então, dizer que a pessoa pode roubar porque está passando fome... Desculpa”, disse Gilberto Costa, durante a sessão desta terça-feira (17).

O vereador é líder do governo de José Aricchio Júnior (PSDB), prefeito da cidade, na Câmara Municipal.

Mais exaltado, o vereador voltou a tribuna e divulgou os endereços da família da vereadora.

“Eu quero ver a pessoa entrando na casa da vereadora, roubando lá dentro, metendo a mão na casa dela. Eu quero ver se ela vai falar ‘tudo bem’”, disse. “Vai lá na porta da casa dela, faz cabaninha na casa dela porque pode, lá pode. Põe a cabaninha lá que pode.” Neste momento, Gilberto Costa divulga um endereço ligado à família de Bruna, quando é interrompido pela vereadora.

Os vídeos da sessão da Câmara Municipal publicados no YouTube e no Facebook foram editados com o objetivo de preservar os endereços da vereadora. A informação é da equipe de comunicação de Bruna, que pediu a edição do vídeo para evitar mais exposição. A Câmara Municipal de São Caetano do Sul confirmou que o vídeo da sessão foi editado, após pedido da vereadora.

A reportagem do Yahoo! Notícias, no entanto, teve acesso ao vídeo no qual Gilberto Costa detalha o endereço pessoal da parlamentar.

A sessão chegou a ser interrompida a pedido do presidente da Câmara, Tite Campanella (Cidadania).

Após o ocorrido, Bruna Biondi protocolou uma notícia-crime contra Gilberto Costa na Delegacia da Polícia Civil. No documento, a vereadora pede que seja instaurado um inquérito policial contra Gilberto Costa.

“Infelizmente não fomos pegas de surpresa com as palavras do vereador Gilberto Costa, desde quando iniciamos nosso mandato há tentativas de silenciamento não apenas por parte desse vereador, mas de outros também. Dessa vez ele passou dos limites divulgando o endereço pessoal da vereadora Bruna Biondi em plena sessão que estava sendo transmitida ao vivo nas redes sociais da câmara o que causou comentários incitando invasão em sua residência”, declarou a assessoria de Bruno ao Yahoo! Notícias.

“Nosso mandato registrou uma queixa-crime ontem na Delegacia de São Caetano e nosso jurídico segue estudando outras medidas cabíveis, vamos também cobrar da Câmara e da Prefeitura medidas protetivas.”

O que diz o vereador

Procurado pela reportagem do Yahoo! Notícias, o vereador Gilberto Costa (Avante) não se posicionou a respeito da acusação e disse que aguardará ser notificado para se pronunciar. O vereador contestou a versão dada de que as informações pessoais da parlamentar foram publicamente divulgadas sem autorização.

Questionado novamente, o vereador confrontou e tentou intimidar a reportagem afirmando que "você está falando isso" e "você tem que provar o que está falando, ok".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos