Vereador Gabriel Monteiro presta depoimento no Conselho de Ética da Câmara nesta quinta-feira

O vereador do Rio e youtuber Gabriel Monteiro (PL) no Conselho de Ética da Câmara que avalia as acusações que podem levar à cassação do mandato presta depoimento no início da tarde desta quinta-feira. Até as 12h30, o movimento era tranquilo no entorno do Palácio Pedro Ernesto na Cinelândia — havia a expectativa que simpatizantes do parlamentar se concentrasse na Cinelândia, o que ainda não aconteceu. A previsão de início era para as 13h.

"Paguei sim": Gabriel Monteiro confirma ter oferecido dinheiro para que morador de rua cometesse crime na Lapa

Escutas ilegais: Polícia não encontra escuta em gabinetes de vereadores que investigam Gabriel Monteiro

O relator do processo, Chico Alencar, deve apresentar seu parecer no dia 1º de agosto, na volta do recesso. As sessões parlamentares se encerram na semana que vem. E no dia 10 do mesmo mês, deve ir a plenário. A representação é pela cassação. Se não tiver quórum, a matéria volta à paula na sessão seguinte. Hoje, o parlamento municipal já deve votar em segunda discussão a Lei de Diretrizes Orçamentárias

Há alguns dias. Gabriel Monteiro postou vídeos nas redes sociais marcando os vereadores do Conselho, pedindo para que a audiência fosse transmitida ao vivo pela internet, o que não é permitido pelos ritos do conselho.

Acidente de carro: Morre ex-assessor de Gabriel Monteiro que prestou depoimento com colete à prova de balas

Cassação vereador: Vereadores só decidirão sobre cassação do mandato de Gabriel Monteiro em agosto; entenda

Dinheiro para que morador de rua cometesse crime

Nessa terça-feira (21), a Comissão de Ética ouviu os depoimentos do delegado Luis Maurício Armond, da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), e do policial militar Pablo Foligno. Na mesma data, a parlamentar confirmou para os jornalistas que ofereceu dinheiro para que um morador em situação de rua praticasse um crime na Lapa. Gabriel Monteiro afirmou “Paguei sim”, mas disse que se tratava de um "experimento social", uma campanha contra o feminicídio.

Denúncia: Conselho de Ética nega pedido de Gabriel Monteiro para anulação de denúncias de quebra de decoro

Na estrada: Capotamento de ex-assessor de Gabriel Monteiro foi acidental, conclui polícia após perícia indicar falhas mecânicas

O delegado Luis Maurício Armond, convidado pela defesa do vereador, foi ouvido na tarde desta terça-feira pela Comissão que apura se Gabriel Monteiro cometeu ou não quebra de decoro parlamentar. Ao final do depoimento, o delegado falou com os jornalistas e explicou que um dos crimes pelo qual o vereador está sendo investigado é a exposição de pessoas em estado de vulnerabilidade. Segundo Armond, do ponto de vista da lei, forjar um crime é ilegal, independente de se tratar ou não de um experimento.

— A simulação tudo bem, mas a exposição é real. Está se simulando uma situação mas nem todos os personagens, pelo que está sendo apurado, estariam cientes disso. Então não seria só uma encenação, teria a possibilidade de acontecimentos imprevisíveis. O risco é real — analisou Luis Maurício Armond.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos