Vereador tem celular furtado em SP, e criminosos limpam conta bancária

·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL. 03.06.2019.  Louise Well, que trabalha fazendo drinks na noite paulistana, já foi vítima de roubos e furtos de celulares por conta de sua atividade profissional que faz com que ela circule pela cidade de madrugada. (foto: Rubens Cavallari/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL. 03.06.2019. Louise Well, que trabalha fazendo drinks na noite paulistana, já foi vítima de roubos e furtos de celulares por conta de sua atividade profissional que faz com que ela circule pela cidade de madrugada. (foto: Rubens Cavallari/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O vereador Marlon Luz (Patriota), conhecido como Marlon do Uber, voltava de uma sessão da Câmara Municipal nesta quinta-feira (17) quando foi vítima de um furto.

Após o crime, aplicativos bancários do vereador foram acessados e R$ 67 mil foram transferidos. Esse tipo de crime, revelado pela Folha de S.Paulo, tem se repetido em São Paulo.

Um vídeo mostra o momento em que o ladrão quebra o vidro do parlamentar enquanto ele dirigia pela avenida 23 de Maio, na Bela Vista, e leva o telefone celular dele.

"O transito começou a ficar lento. Me surpreendi com estilhaço. Achei que um carro tivesse batido. Mas aí lembrei que minha esposa já tinha sofrido um assalto igual há uns cinco anos. Vi que tinha uma pessoa, tentei agarrar a pessoa, mas não consegui", relata o vereador.

O vereador xinga o criminoso, dirige mais um pouco na tentativa de alcançá-lo e chega a sair do carro. No entanto, o ladrão já havia sumido.

"Aí ele subiu na rua lateral, fui tentar pegar ele, estava com muita raiva", lembra o parlamentar.

O vereador afirma que, após o crime, os aplicativos bancários dele foram acessados e houve transferência. "Pouco tempo depois eles já tinham desbloqueado meu Iphone, já estavam trocando minha senha e agora de manhã acessaram meus aplicativos de banco. Fizeram transferências de R$ 67 mil", conta Marlon.

Marlon criticou a atuação da CET na 23 de Maio. Segundo ele, a companhia estava na via para dar apoio a um acidente, o que gera lentidão e consequentemente possibilita os furtos.

Nessa situação, para o parlamentar, o ideal seria haver o acompanhamento da Polícia Militar ou Guarda Civil Metropolitana para garantir a segurança dos motoristas.

Eleito vereador com 25.643 votos pelo Patriota, Marlon Luz tem como base eleitoral motoristas de aplicativo, que sofrem constantemente com este tipo de problema.

Ele afirma que já havia sofrido um roubo anos atrás, quando trabalhava como motorista de aplicativo. Na ocasião, os criminosos cercaram o veículo e, armados, levaram o carro. Posteriormente, o carro, que tinha rastreador, foi recuperado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos