Vereadora denuncia colega de Câmara por agressão: ‘Tive medo'

Vereadora denuncia colega de Câmara por agressão: ‘Tive medo' (Foto: Reprodução/Instagram)
Vereadora denuncia colega de Câmara por agressão: ‘Tive medo' (Foto: Reprodução/Instagram)
  • Vereadora denuncia colega de Câmara por agressão: ‘Tive medo'

  • Caso aconteceu durante sessão na Câmara Municipal de Caçapava

  • Parlamentar se aproxima da colega e aperta seu rosto

A vereadora Dandara Gissoni (PSD) acusou o colega Wellington Felipe (Cidadania) de agressão na Câmara Municipal de Caçapava. Ela divulgou o vídeo nas redes sociais, que mostra ele se aproximando e, logo depois, apertando seu rosto.

É possível ver também que outros parlamentares estavam no local, mas ninguém reagiu ou tentou impedir Wellington.

Nas redes sociais, Gissoni conta que demorou para denunciar porque teve medo. “Ninguém tem o direito de por a mão em mim, muito menos um homem!! Me sinto sim violada, assediada, intimidada e não é vitimismo não!! A dor do outro não é vitimismo, ninguém merece passar por isso!”, escreveu ela.

Já o vereador, por meio de nota, pediu desculpas "se a vereadora e as demais mulheres se sentiram ofendidas com o meu gesto".

Além disso, disse que não teve intenção de fazer qualquer intimidação, agressão, importunação ou assédio, informou o portal UOL.

“As pessoas que me conhecem sabem da minha índole, que sou uma pessoa de caráter e de trabalho sério e que tenho o costume de abraçar a todos, sempre com respeito e dignidade”, diz um trecho da nota.

A Secretaria Estadual de Mulheres do Cidadania, partido ao qual Wellington Felipe é filiado, lamentou o episódio.

“Ainda que não tenha sido essa a sua intenção e reconhecendo o seu trabalho e o seu caráter, a conduta do vereador será analisada rigorosamente, seguindo o devido processo legal, a fim de que medidas cabíveis sejam adotadas, com lisura e responsabilidade”, diz a nota.

"O Cidadania traz em seu estatuto o combate à violência contra a mulher, incluindo aí a violência política de gênero, que deve nortear as ações de todos aqueles que empunham as bandeiras do partido”, continuou.

Também em nota, a Presidência da Câmara Municipal de Caçapava diz que repudia qualquer forma de violência política, discriminação e desigualdade de tratamento por gênero ou raça. Além disso, afirmou que os fatos relatados serão apurados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos