Vereadora diz que não confia em nutricionista 'acima do peso' e é chamada de gordofóbica, em MT; vídeo

Uma vereadora está sendo taxada de gordofóbica depois de fazer um comentário negativo sobre nutricionistas "acima do peso", durante uma sessão da Câmara de Vereadores de Canarana (MT), nesta segunda-feira.

Símbolo de pescarias: Peixe pintado entra para lista de animais ameaçados de extinção no Brasil

Material genético: Polícia vai comparar amostra de irmão de indigenista com sangue encontrado em lancha

— Se você vai numa nutricionista e ela for acima do peso, você vai confiar naquela nutricionista? Eu não! Nutricionista tem que ser esbelta, bonita, nos ‘trinque’. A mesma coisa quem é atleta ou professor de educação física — disse Márcia Luft (MDB), em plenário.

A declaração foi dada durante um discurso em que cobrava investimentos na área de esporte do município e criticava a gestão por realizar uma competição em um ginásio em estado precário. Ela tentou fazer uma comparação que pegou mal e gerou críticas nas redes sociais.

"Somos profissionais da saúde, estudamos e nos capacitamos para promover e tratar a saúde das pessoas e não pra emagrecer. Não para estar nos 'trinque' como ela (vereadora)", postou uma nutricionista, ao pontuar que ela está cometendo um crime. "Isso que a senhora está fazendo é crime e se chama gordofobia".

Acidente em MG: Carreta furacão cai em barranco e deixa duas pessoas mortas em MG

Para ela, a parlamentar está totalmente equivocada em fazer essa associação. "Eu sou esbelta bonita inteligente o suficiente para saber que um padrão estético não é o suficiente para definir a minha capacidade profissional".

O pensamento externado pela vereadora, na opinião dela, acaba incentivando as pessoas a fazerem loucuras para se encaixarem nos padrões. "Por pessoas assim com esse tipo de pensamento igual o seu que tem tanta gente cometendo suicídio tanta gente fazendo cirurgia e procedimentos estéticos e perdendo a vida e a saúde".

Veja vídeo: Policial faz oração sobre mulher apreendida e diz que ela estava 'endemoniada'

Outra pessoa comentou que a vereadora deveria se desculpar. "Não confunda ser sincera com falta de educação. Não confunda imunidade parlamentar com grosseria".

Procurada pelo GLOBO, Márcia Luft não deu retorno. O espaço está aberto para manifestação da vereadora.

O vereador Paulo José Gonçalves (União Brasil), presidente da Câmara de Canarana, afirmou que a vereadora deu a declaração durante a tribuna livre e que é um posicionamento dela. Por este motivo, não há nenhuma medida prevista por parte do Legislativo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos