Vereadora relata ameaças de mortes enviadas de email de deputado estadual

Vereadora Benny Briolly relatou ter recebido ameaças de morte por e-mail (Foto: Reprodução)
Vereadora Benny Briolly relatou ter recebido ameaças de morte por e-mail (Foto: Reprodução)

Resumo da notícia

  • Vereadora Benny Briolly relatou ter sofrido ameaças de morte

  • Mensagem teria sido enviada de e-mail institucional do deputado federal Rodrigo Amorim

  • Rodrigo Amorim nega ter enviado e-mail e alega que se trata de montagem

A vereadora de Niterói Benny Briolly (Psol) denunciou uma ameaça de morte, enviada no e-mail institucional do deputado estadual do Rio de Janeiro Rodrigo Amorim (PTB) – o mesmo que, em 2018, ao lado de Daniel Silveira (PTB-RJ), quebrou a placa que homenageava Marielle Franco.

“Benny Briolly foi notificada hoje por sua equipe de segurança sobre a ameaça de morte advinda do e-mail oficial do gabinete do deputado estadual Rodrigo Amorim”, informou a vereadora nas redes sociais.

A mensagem diz que o deputado já está “contando as balas” e faz ofensas de cunho racista e transfóbico contra Benny Brioli. Para a equipe da vereadora, o e-mail é uma tentativa de intimidação.

“A assessoria jurídica já informou o caso ao Programa de Proteção a Defensores de Direitos Humanos e, junto ao Instituto de Defesa da População Negra, iremos à DECRADI para darmos prosseguimento aos ocorridos e afirmamos medidas já estão sendo tomadas.”

A equipe da vereadora lembra ainda que, em 17 de maio, Rodrigo Amorim ofendeu Benny Brioli em sessão da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. O deputado a chamou de deputado. No dia 17 de maio, Amorim chamou Benny, em sessão da Alerj, de “boizebú” e “aberração da natureza”.

Rodrigo Amorim usou as redes sociais para dizer que o e-mail era uma montagem e negar que tenha enviado. No entanto, a mensagem repete o cunho transfóbico, usando o nome morto de Benny Brioli e se referindo a ela como “o vereador”, no masculino.

Amorim desafiou a vereadora a provar a veracidade das ameaças e ainda disse que poderia entrar na justiça contra ela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos