Vereadora trans de BH denuncia ameaça nazista; polícia investiga

A vereadora de Belo Horizonte e pré-candidata a deputada federal pelo PDT Duda Salabert denunciou, na manhã desta segunda-feira, ter sido alvo de ameaças pelas redes. Em uma publicação na sua conta no Instagram, ela compartilhou trechos de um email que recebeu, com intimidações direcionadas também a sua família. A ameaça é assinada com uma saudação nazista.

Vídeo: Michelle Bolsonaro leva evangélicos para orar de madrugada dentro do Palácio do Planalto

No Espírito Santo: Polícia investiga ameaças de morte feitas a capitão da PM pré-candidato pelo PSTU

Segundo a assessoria da vereadora, ela foi nesta tarde à Delegacia de Plantão Especializada em Atendimento à Mulher, Criança, Adolescente e Vítimas de Intolerâncias registrar um boletim de ocorrência.

O autor da mensagem, identificado como 'William Maza dos Santos', diz que 'a fúria de Deus' irá cair sobre a vereadora, após ameaçá-la de agressão. O autor também usa termos preconceituosos para se referir à pré-candidata, que é transexual.

De acordo com a vereadora, não foi essa a primeira vez que ela recebeu ameças do gênero. Em fevereiro de 2021, ela diz ter sido demitida de uma escola em que dava aulas por ameaças semelhantes enviadas ao email do colégio.

"Eles enviaram na época e-mails para a escola onde eu trabalhava dizendo que transformariam a escola em um mar de sangue caso eu continuasse dando aula lá", conta a vereadora na publicação.

Os números 14/88 são uma assinatura comum entre grupos nazistas. O '14' é uma referência a um slogan do movimento neonazi americano, que tem 14 palavras em inglês: "Devemos assegurar a existência de nosso povo e um futuro para as Crianças Brancas". O '88', por sua vez, diz respeito a oitava letra do alfabeto, o H. Assim, os dois '8' correspondem a saudação nazista Heil Hitler.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos