#Verificamos: É falso que ministra Damares Alves vai revogar a Lei Maria da Penha

por Chico Marés

Circula nas redes sociais que a Lei Maria da Penha seria revogada pela ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, por pressão da bancada evangélica. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Por pressão da bancada evangélica, Lei Maria da Penha será revogada pela ministra Damares”
Legenda de imagem publicada no Facebook que, até as 18h do dia 14 de maio, tinha sido compartilhada mais de 180 vezes

FALSO

O conteúdo analisado pela Lupa é falso. Não há registro de críticas públicas da ministra Damares Alves à lei, nem de afirmações de que a violência contra a mulher “serve para manter a varoa no caminho correto”.

Em nota, a assessoria do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos disse que a ministra “defende o enfrentamento à violência contra mulheres e considera a Lei Maria da Penha uma das melhores do mundo”. A assessoria disse, ainda, que Damares “trabalha para fortalecer e aperfeiçoar a rede de proteção às mulheres”.

Além disso, na última segunda-feira (13), o governo federal sancionou a Lei 13.827, que permite que a Justiça ou a polícia afastem imediatamente o agressor do “lar, domicílio ou local de convivência” com a vítima, em caso de “risco atual ou iminente”.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.